4/30/2008

TODOS DIFERENTES TODOS IGUAIS


Afinal somos todos iguais, basicamente. Na Áustria, tal como aqui ou noutro sítio qualquer, não vimos nada, não sabemos de nada, não temos nada a ver com isso e não queremos chatices. Só assim se entende que um tipo, conhecido já de todos por ser um excelentíssimo cabrão em casa, tenha conseguido manter a filha presa durante vinte e quatro anos e ninguém tenha querido aprofundar aquele desaparecimento, nem saber como os filhos iam aparecendo lá em casa para serem criados pelos avós, nem o que se passava na cave dum prédio, ali no meio de toda a comunidade, nem nada. Agora estão todos muito chocados.

4/27/2008

Olá queridos clientes! Cá estamos nós então para rever a semana que passou:


1. Os trabalhadores temporários, ou seja, aqueles desgraçados que vendem o seu trabalho por 100 a uma empresa que depois o vai vender a outra por 200, podem estar descansados a partir de agora. Ganham na mesma uma merda, mas têm um provedor. Ainda não percebemos quais as funções desse provedor nem de que forma defende o trabalhador temporário, mas pelo menos já sabemos o nome: Vitalino Canas. E também já sabemos que não anda a ganhar umas coroas à conta de arranjar a certas empresas de trabalho temporário uns contratos porreirinhos com o estado. Sabemos isto porque ele disse, claro.


2. Paulo Portas, esse grande técnico de marketing que nos últimos tempos tem aparecido todos os santos dias a mandar baboseiras sobre uma merda qualquer, mesmo sem ninguém lhe perguntar nada, agora diz que os agentes da ASAE têm objectivos pré-definidos e que são qualquer coisa como fechar éne estabelecimentos, passar éne multas e prender éne gente. Isso não é de espantar porque um bom técnico de marketing sabe sempre ir ao encontro do que o público pede, seja a atacar a ASAE ou a descobrir que o governo tem culpa do carjacking. O que foi engraçado, isso sim, foi a reacção contrária. Primeiro, vieram dizer que os agentes da ASAE não têm objectivos. Ao lado! Pois uma das grandes batalhas deste governo não é definir objectivos e efectuar avaliações de todos os agentes públicos? Por que raio os da ASAE não haviam de ter? Então, depois desta ao poste, arrepiaram caminho e, pelo menos eu, a única coisa de que me consegui aperceber no meio da confusão, foi que alguma chefia algures no norte fez cagada. É mau para a ASAE e mau para nós, porque o Paulo Portas vai continuar inchado que nem um pavão e a malta a levar com ele. Não havia necessidade!...


3. As directas no PSD continuam uma animação. Agora veio o palhaço-mor dizer que só vai a votos se os outros desistirem todos. Este homem é uma inspiração para toda a gente! Eu, pelo menos, tive logo uma ideia: Vou ingressar numa carreira política também. Mas primeiro, os outros têm que sair do caminho. Boa! Tão simples, e ainda ninguém se tinha lembrado desta!


4. Finalmente a chama olímpica que, com o percurso que está a ter, só me faz lembrar este filme. Em tudo!


Por hoje, queridos, é tudo. Voltamos a ver-nos para a semana e lembrem-se que na quinta-feira também há um feriadito. Não há fome que não dê em fartura! Beijocas da vossa


Rosarinho

4/26/2008

DICA DA SEMANA


Quem for apreciador do género, pode ir ver este filme à confiança. Digam que vão da minha parte que é o mesmo que não dizerem nada. E podem crer, há muito tempo que não se fazia nada assim, é BRU-TAL!

Eu, estive desde ontem a digerir a experiência porque, para ser franca, senti-me um bocado estúpida por, com esta idade e esta rodagem, ter dado tantos pulos na cadeira.


Podem vê-lo aqui:

Lusomundo - Fórum Aveiro16h30, 21h40

Cinemax - BragaShoppingSala 317h05, 22h, 23h55
Lusomundo - Braga Parque15h30, 17h40, 20h, 22h30, 00h50

Castello Lopes - Castelo BrancoSala 121h40, 00h10
Castello Lopes - Serra ShoppingSala 213h50, 15h50, 17h50, 19h50, 21h50, 24h

Lusomundo - Dolce Vita Coimbra13h50, 16h40, 18h50, 21h10, 23h30
Lusomundo - Foz Plaza15h40, 18h20, 21h40, 00h20

Cinatrium-FaroSala 315h30, 18h30, 21h30, 23h50

Castello Lopes - Loures ShoppingSala 121h50, 00h20
Lusomundo - Arena Shopping17h45, 19h35, 21h45, 00h15
Lusomundo - Colombo21h10, 23h45
Lusomundo - Dolce Vita Miraflores15h10, 18h10, 21h10, 00h10
Lusomundo - Odivelas Parque21h, 23h40
Lusomundo - Oeiras Parque19h50, 22h, 00h10
Lusomundo - Vasco da Gama15h35, 17h35, 19h35, 21h35, 23h50
UCI Cinemas - El Corte InglésSala 1022h15, 00h30

Castello Lopes - Madeira ShoppingSala 514h10, 16h35, 19h10, 21h20, 00h10
Lusomundo - Madeira Fórum13h40, 16h40, 18h35, 21h35, 23h45

Cinemax - PenafielSala 115h, 17h30, 21h45, 23h55
Lusomundo - GaiaShopping13h10, 15h, 17h, 19h, 21h10, 23h10
Lusomundo - MaiaShopping16h, 18h15, 21h40, 24h
Lusomundo - NorteShopping00h50
Lusomundo - Parque Nascente14h40, 17h, 19h20, 22h50, 00h45
UCI Arrábida 20Sala 513h45, 15h45, 17h55, 20h05, 22h15, 00h30

Castello Lopes Santarém - W ShoppingSala 513h, 15h, 17h, 19h, 21h50, 00h30

Castello Lopes - Rio Sul ShoppingSala 721h50, 00h15
Lusomundo - Almada Fórum13h30, 15h25, 18h05, 21h50, 00h25
UCI FreeportSala 1114h30, 16h20, 18h10, 20h, 21h50, 23h50

Lusomundo - Dolce Vita Douro15h10, 18h, 22h, 00h20

Lusomundo - Fórum Viseu13h40, 15h45, 17h50, 19h55, 22h, 00h25

E A QUEM ACHA QUE O 25 DE ABRIL NÃO TROUXE NADA DE BOM, RECOMENDAMOS A LEITURA ATENTA DESTE LIVRO


4/24/2008

TRAUMA


Hoje andei a rever umas fotografias velhas cá em casa e deparei com o fato de halloween que fiz à minha filha, para o concurso da escola, há uns 7 ou 8 anos. Tenho a certeza que era o melhor que apareceu, caramba, e no entanto não ganhou, longe disso. As chocas das profes, auxiliares e afins, olharam para ela e disseram "Que horror! Que violento!", com aquele ar de "pedagogo que segue as teorias de não se pode traumatizar as crancinhas coitadinhas". Não sei se estão a ver a pinta.

Foi chato, porque eu tinha-me dedicado de alma e coração àquilo e ainda lixei o melhor lençol lá de casa. E se é verdade que, pronto, podia ter acontecido, pela limitação do espectro visual, a rapariga ainda hoje andar à procura do caminho de volta para casa com uma cabeça numa mão e um facalhão na outra, também o é que foi extremamente injusto dar os primeiros lugares às bruxinhas do costume.

Passados estes anos, deixo aqui a fotografia da minha obra-prima, e espero obter alguns comentários a dizer que está absolutamente fantástico. Eu preciso disso, e acho que a miúda também.

Tenham um bom fim-de-semana prolongado.

4/23/2008

AMANHÃ É AQUELE FERIADO DE QUE OS COTAS AINDA SE LEMBRAM


Foi em 1975 ou por aí que pela primeira vez, no sistema de ensino, a disciplina de Religião e Moral passou a ser facultativa. Mas a malta não estava habituada e, se alguns anos mais tarde, as aulas de moral passaram a ter como clientes dois ou três infelizes em cada turma, naquele ano eu era a única em toda a escola que não ia lá. Uma decisão da minha mãe, a atravessar uma fase Testemunha de Jeová, secundada pelo meu pai, basicamente ateu e sem vontade de se chatear com teorias religiosas. A mim deu-me jeito, era à sexta-feira às cinco e meia da tarde. Só que infelizmente dei nas vistas. E algumas professoras, a quem o 25 de Abril não tinha tirado o fervor católico, insistiam comigo em plenas aulas das disciplinas "normais":


-Mas porque é que não andas em moral?


E eu, que tinha vergonha de mencionar o pormenor "Testemunha de Jeová", justificava-me só com o meu pai:


-O meu pai não tem religião professora.


- Está bem, está no seu direito - insistia uma vez a profe de francês indignadíssima - mas não devia impedir a filha de ter uma educação cristã! A tua mãe, não tem uma palavra a dizer?!


E eu, sem resposta, de pé, exposta à turma toda porque tinha ido "ao quadro", imaginei, talvez pela primeira vez na vida, uma coleccção completa de adjectivos e interjeições que não vêm no dicionário, dirigidos à professora de francês. Naquele tempo ainda não se exteriorizavam estes sentimentos em sala de aula, mesmo quando os professores estavam a ser estúpidos.

4/22/2008

SENSIBILIDADE A MAIS, É O QUE É


O Dr. Luís Filipe Menezes que me perdoe mas isto de se ter demitido por causa duma reportagem do Correio da Manhã não tem ponta por onde se lhe pegue. Aquele ar de quem estava permanentemente no velório do caniche de estimação já não agoirava grande coisa, mas deixar-se ir abaixo por causa do Correio da Manhã?! Estão a ver um gajo assim como primeiro-ministro? Desistia logo no dia a seguir! Olha o Sócas, o que tem aguentado, ali que nem um herói, e até de jornais mascarados de coisa séria! Correio da Manhã?! Mas isso conta?! Qualquer dia temos políticos com medo que a "Maria" escreva qualquer coisa sobre eles no correio sentimental! E deixar aparecer a vira-casacas Zita no prós e contras a defendê-lo, tipo "quem bater neste menino, lá fora leva", também não me pareceu nada bem. Oh doutor! Venha a Manuela Ferreira Leite, que essa sim, tem pinta de gaja rija!

4/21/2008

MAS QUEM PAGA PARA ISTO TAMBÉM NÃO SE PODE DIZER QUE NÃO MEREÇA...


O café expresso mais caro do mundo é servido em Londres e custa 75 euros. A chávena, não o quilo. O dito café atinge este preço devido à particularidade de os grãos com os quais é confeccionado terem passado previamente pelo aparelho digestivo dum mamífero asiático. Ou seja, em linguagem que toda a gente entende, é verdadeiramente um café de merda.

Olá queridos clientes! A semana que acabou foi pródiga em acontecimentos relevantes. Vamos analisá-los:

1.O Dr. Luís Filipe Menezes deitou-se abaixo de chefe do PSD porque diz que andavam as más-línguas a cortar-lhe na casaca e ele amuou e não estava para isso. Tudo normal, isto não é só no PSD, vamos lá ser honestos. Somos todos assim: Quando dizemos mal dos outros, estamos a fazer crítica construtiva. Quando lá chegamos e começam a dizer mal de nós, são todos umas bestas. Típico. As consequências da desistência é que são giras, já pensaram?
-O pessoal do PS deve estar até agora agarrado à barriga de tanto rir;
-O Alberto João Jardim diz que não vai para o lugar porque não tem tropas. Senão, pasme-se, o homem até achava que podia sair lá da ilha e vir dar ordens para cá. Quando isso acontecer, imigro. Vou apanhar fruta para Espanha à força de porrada, sempre é melhor.
-A Manuela Ferreira Leite já tem apoiantes, entre os quais eu própria. Mas isto é só um aparte.
-Marcelo Rebelo de Sousa não está disponível. Prefere continuar cá fora a dizer mal dos amigos. É que assim pagam-lhe. É um emprego mais certinho, compreendo.
-Agora apareceu um candidato novo, chama-se Patinha Antão e eu não sei quem é nem o que faz. Só sei que é filho da D. Patinha e do Sr. Antão. Mas não faz mal. O nome chega para merecer uma menção minha.

2.Ganda barracada foi o que aconteceu no Boavista. Palavra de honra! Já se tinha visto muita coisa, mas esta foi de ir às lágrimas. Então é assim, um pintor da construção civil a quem eu não servia nem uma meia de leite antes dele pagar, à cautela, aparece no Boavista a dizer que vai entrar com não sei quantos milhões e eles acreditam? Carago, assim não admira que haja quem acredite na Senhora de Fátima e nas medidas de alargamento do crédito à habitação para cinquenta anos para favorecer o povo. Valha-nos Deus!



3.Uma sondagem saída nos states revelou que, para 70% dos americanos (com cowboys, porno-stars e advogados à mistura), é fundamental que o futuro presidente acredite em Deus. Os gajos são muito religiosos, fica-lhes bem! Daí até os dois candidatos democratas virem a público dizer que eram mais crentes que a Santa Teresinha foi um ai. Mas a Hillary, para mim, foi mais original. Disse que já teve experiências com o Espírito Santo. A sério queridos clientes, se perderam a cena dela a dizer isso numa entrevista com cara de quem queria dizer “Tirem-me daqui!”, perderam tudo!




Por hoje é tudo. Tenham uma boa semana, que vai ser mais curta.

Beijinhos da vossa

Rosarinho

4/19/2008

APENAS UM DESPRETENCIOSO APONTAMENTO DE FIM-DE-SEMANA


Acho que o pessoal da revista "Maria" está a melhorar. A par daquelas cartas tipo "o meu cão seduziu-me, estarei grávida?", "levei com uma frigideira na cabeça, estarei grávida?" ou "meti o dedo no ânus e saíram as chaves que tinha perdido há imenso tempo, estarei grávida?", já conseguem inventar umas situações mais ou menos giras. Como esta, por exemplo. Simples, sem floreados, mas muito tocante. Eu até fui ouvir a música dos power rangers para ver como era!...

video

MITOS URBANOS


Um mito muito comum é o de que as mulheres têm, na casa de banho, uma quantidade e variedade de produtos indecifráveis para a maioria dos mortais. É mentira. Eu fui de propósito fazer a lista, só para desmentir isto, e garanto-vos que só tenho perfume, loção corporal, dois ou três hidratantes, dois ou três esfoliantes, base, desmaquilhante, discos de algodão, cotonetes, mascara, gloss, baton, vernizes vários, sombra líquida e sombra em pó, lápis de olhos e lápis de lábios, corrector de olheiras, creme de dia, creme de noite, creme de colagénio, creme de mãos e de pés, elixir oral, tónico facial, pinças e limas, máscara capilar, escova de cabelo, de dentes, secador de cabelo, analgésicos, pincéis de maquilhagem, champôs vários, dentífricos vários, e mais duas ou três coisitas que agora não me lembro.

4/17/2008

SENHOR, A MINHA ALMA ESTÁ PARVA!

Se por acaso passar por cá algum cliente versado em questões jurídicas, peço por favor que me esclareça esta questão (e juro que não estou a brincar):

É verdade que existe e está em vigor, neste país, uma norma legal que proíbe a instalação de sex-shops num raio de 300 metros a partir duma igreja?
É que fui abordada pelo dono duma sex-shop que está em riscos de lhe fecharem o tasco por causa disto, e eu pergunto, na minha santa inocência, o seguinte:
- Estamos ou não estamos num estado laico, onde a liberdade religiosa é um dado adquirido mas cada um pratica a sua religião por sua conta e risco?
- Assim, faz algum sentido uma norma legal desta natureza? Quem foi o anormal que a inventou? Quando foi publicada?
- Será que as igrejas... estão com medo da concorrência?

4/15/2008

E PARABÉNS AO INVENTOR DA IDEIA!


Li aqui que as comemorações do centenário da república, em 2010 estão orçadas em 5 milhões, só para fogo de artifício!!!

Não sei se é verdade porque não é citada qualquer fonte e porque, pela minha experiência, não há blogger que não seja um bocadinho rega. No entanto, caso se confirme, acho muitíssimo bem, porque não há melhor forma de celebrar a república do que a demonstração simbólica daquilo em que ela tem sido exímia: queimar dinheiro.

4/14/2008

A PROPÓSITO DA VISITA DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA À MADEIRA


Acho que não nos devemos sentir mal nem envergonhados em demasia por vivermos num país que permite que pessoas como Alberto João Jardim ascendam a altos cargos e por lá se mantenham. Não deixa de ser uma vergonha, mas não é exclusivo nosso. Acontece a toda a hora noutros países, por exemplo alguns em África, alguns na América do Sul e também no Médio Oriente. Mesmo assim só nos piorzinhos, claro. Mas acontece.


Ora então cá estou eu para vos lembrar que chegou a hora de começar uma nova semana e para vos fazer o resumo da que passou.

1. Na minha modesta opinião, o melhor caso da semana foi o do arrumador que levou a tribunal o Dr. Rui Rio. Primeiro, porque o homem não tirou a fotografia, não a escolheu e, cá para mim, nem deve ter visto a revista antes de saber que era arguido numa cena qualquer por causa dela. Mas isto, meu amigo, quem quer ter cargos públicos já sabe que está sujeito. A mim não há-de vir um arrumador dizer que eu lhe estou a estragar a imagem, até porque nem tenho carro. Agora, brincadeira à parte, o arrumador tem razão. Segundo a notícia do JN, as pessoas passaram a olhá-lo de lado e a dizer-lhe que o dinheiro era para a droga. Ora, sabendo nós que toda a gente costuma olhar para os arrumadores de frente e lhes dá uns trocos convencida que são para actividades culturais e investimentos na bolsa, é chato.


2. Outra pessoa a quem também estragaram a imagem esta semana foi à D. Maria das Dores. Está certo que ficou famosa mas, mesmo que escreva (ou mande escrever) um livreco para se vender no próximo natal a dar conselhos sobre como usar o uniforme presidiário seguindo as mais actuais tendências da moda, não lhe vai adiantar muito porque vai frequentar os mesmos sítios durante 23 anos. E parece que a "Caras" nem costuma parar por lá muito. É chato também.


3. Os Jogos Olímpicos de Pequim ainda nem começaram e já estão a ser super-animados. Para começar, há uma modalidade nova, integrada este ano e que está em fase de ensaios: "Perseguir e apagar a chama olímpica". Isto, claro, no sentido real da coisa, porque em sentido figurado, a chama já se apagou, queridos clientes, há qu'anos!




Hoje é tudo. Tenham uma semana menos mal e fiquem com uma grande beijoca da vossa




Rosarinho

4/12/2008

ESTAREI A FICAR FARTA DE FAZER SEMPRE AQUILO QUE ACHO QUE DEVO FAZER?

Hoje comprei um saco daqueles de dez cêntimos que os supermercados vendem a fingir que se preocupam muito com o ambiente. Isto não tem nada de extraordinário. Só é digno de nota porque, ao contrário do que me é habitual, só o comprei por compaixão. Os tipos do Continente devem estar com um stock brutal do produto e puseram as miúdas das caixas a despachá-los. A que me calhou a mim era tão desajeitada, mas tão desajeitada!... Sem saber muito bem o que estava a fazer nem a dizer, pegou naquilo e abordou-me desta maneira, como se estivesse a pedir para sair dali depressa:
- Olhe... bocê num quer comprar um saco destes que quando se rasgar bem cá buscar outro e é bom para o ambiente?

Eu fiquei esmagada e disse logo: - "Está bem" - e desejei que um génio da lâmpada nos tirasse dali logo, a mim e a ela.

Por acaso não costumo ter estas reacções, não sei o que me deu.

4/11/2008

HOJE FAÇO ANOS



E, a fazer fé nas estatísticas e na esperança média de vida, já não vou viver outro tanto.


Por isso, e para já, resolvi tirar férias dentro de quinze dias. Mais tarde, pensarei em mais medidas concretas.

4/08/2008

MANDARAM-ME UMA FOTOGRAFIA DO REI DOS BOTÕES!


E eu fiquei em lágrimas.

Não que conhecesse o senhor de algum lado ou sequer tivesse alguma vez falado com ele. Foi porque, apesar disso, o rei dos botões fez parte da minha infância. Não como o Pai Natal, mas vá lá, como a família Prudêncio dos pesticidas e como a Maria da Várzea do meu livro da terceira. Não me fizeram feliz nem infeliz mas lembro-me deles.

O Rei dos Botões tinha uma loja no Largo das Cinco Bicas. Vendia botões em centenas de gavetas, todas elas com um exemplar de cada botão que tinha dentro, colado por fora. Cada gaveta tinha só um tipo de botão, mas de tamanhos e cores diferentes, e ele alinhava-os por ordem decrescente de tamanho em várias filas. O Rei dos Botões tinha também profundos conhecimentos bíblicos e em vez de botões, na montra, tinha cartazes feitos à mão por ele próprio com citações dos evangelhos e avisos para que os compradores de botões e todos os outros que passavam, não se deixassem enganar pelas interpretações da bíblia feitas pela religião, x, y e z. Ele era da b. Os botões não apareciam na montra, só lá dentro, nas gavetas. Mas ele não precisava de se preocupar com isso porque era o rei.

A minha mãe costumava comprar botões no Rei dos Botões, e ficava sempre muito tempo a discutir com ele as interpretações bíblicas. Eu ficava a ver os botões nas gavetas e a fazer jogos mentais: - "Desta fila gosto maaaais...deste!". Por isso, nunca cheguei a ouvir qualquer dessas discussões, nem nunca cheguei a saber reproduzir uma única frase das muitas que constituem os capítulos e os versículos. Ainda bem que havia tantos botões de tantas cores para eu estar entretida.

O Rei dos Botões já morreu há muito tempo e da loja só resta a memória. Eu fiquei muito emocionada com a fotografia que me mandaram porque é uma daquelas coisas que, quer queiramos quer não, nos atiram à cara com a evidência dos efeitos do tempo.

4/07/2008

E AFINAL O QUE É A ARTE?

A forma como vivemos define a forma como vemos a arte. Eu explico. Se eu tenho que ir trabalhar todos os dias, e tenho; se dispensava de bom grado as chatices que tenho que resolver diariamente para me pagarem o ordenado; se sei à partida que nunca, mas nunca, posso ceder à tentação de ficar de manhã no meio dos lençóis, faça frio ou faça sol; não consigo sentir mais do que alguma náusea quando entro numa exposição de suposta arte e vejo bonecos e bocados de lixo colados numas tábuas. Principalmente tendo eu a certeza que os colaria da mesma forma ou até melhor, e que só não vivo da actividade de fazer colagens e coleçcões de esterco vário porque não tive o percurso certo, nem pertenço aos lobbies certos. Faço então a minha visita oscilando entre risos de "valha-me Deus" e "puta que pariu estes gajos" rosnados entre dentes quando vejo uma peça que, em termos práticos, não se distingue por aí além da mangueira de emergência que está mesmo ao lado, mas sem etiqueta.
É chegado aqui o momento de fazer um parêntsis para aqueles que comentarão qualquer coisa no sentido de "sim, a arte não é para todos". Esses, dividem-se entre os que ainda não levaram porrada suficiente da vida, os chamados pissos líricos (sim, também já passei essa fase), os que aspiram a ser considerados gajos extremamente inteligentes e cultos sem que na verdade percebam um boi daquela merda e os que simplesmente fazem parte do grupo e que, portanto, têm que defender aquilo. Não passa por aqui o grau de cultura do visitante, até porque estou a excluir à partida deste texto os que estão fora desta pirâmide, seja por não saberem ler nem escrever ou porque sabendo, não ultrapassam o grau rudimentar da revista Caras. Sim, meus amigos, eu também estudei história de arte, também leio livros, também visito museus e já fiz quilómetros só para ver a Guernica de perto.

Também sei que alguns dirão (se tiverem a pachorra de ler isto até ao fim), que a arte não está em colar um brinde da McDonalds numa tábua, ao lado duma senhora de fátima e mais umas tralhas, está em ter tido a ideia de o fazer. Até admito que sim, aliás, admito inteiramente que sim. Mas não me parece ver novidade alguma ou qualquer ideia brilhante na maior parte das exposições de arte contemporânea que visito. Esses, são apenas os que vivem à pala da nossa palermice.

Ah, pois, este fim-de-semana estive em Serralves. A pá gigante no jardim até está gira.

4/06/2008

Olá queridos clientes! Cá estamos nós então preparados para mais uma semana daquelas de cinco dias, sem feriados nem nada, não é? Paciência!
Vamos então ver o que aconteceu esta semana.
1. Luís Filipe Menezes entrou logo a dizer que o PSD está sub-representado na RTP. Mas, como de cada vez que o partido é representado, é por ele mesmo (quando é o Alberto Jardim não conta, é só para o circo), pareceu-me uma declaração um bocado parva. Ok, há por aí coisa melhor, quer a falar, quer de figura, quer a ter ideias peregrinas, mas o doutor também não precisava de se inferiorizar tanto, porque até lhe fica mal! Por essas e por outras é que José Miguel Júdice disse que "Sócrates só não ganha as eleições de 2009 se for apanhado a roubar".


2. Esta semana voltou-se a falar daquela merda dos prisioneiros de Guantanamo. Primeiro diz que passaram aviões e a gente deixou, agora voltam à carga e diz que também passaram navios por cá. Então isto é assim, tudo bem que se calhar não os devíamos ter deixado passar assim na boa. Mas afinal, vamos ver uma coisa: Se eu for de férias e emprestar a chave à vizinha para ela lá ir regar as plantas (claro que, com o ordenado da padaria, não vou, isto é só uma hipótese académica), e ela aproveitar para ir para lá com o padeiro dar umas facadas na massa, o marido dela tem o direito de vir chagar-me a paciência? Eu lá tive alguma culpa?










3. E para finalizar, uma gira. Max Mosley, que até há uns dias ninguém sabia quem era, foi apanhado num video sado-maso, a levar uma palmadas dumas gajas vestidas de oficiais da SS. Coisa totalmente inofensiva e que não traz mal ao mundo, portanto. Primeiro, esse tal de Max Mosley é o presidente da FIA, qualquer coisa bué da importante no mundo empresarial, o que significa tão-só que alguém lhe quis fazer a folha para lhe gamar o lugar. Segundo, se aqui as pessoas usassem este método para tramar o próximo em vez de inventarem histórias merdosas de assinaturas de projectos na Covilhã, trabalhos de Inglês Técnico e outras porcarias do género sem interesse nenhum... aí sim, isto seria um local animado para viver...


...assim... resta-me desejar-vos uma semana o menos dolorosa possível, e deixar-vos com uma beijoca da vossa


Rosarinho










4/05/2008

E AGORA UMA CURTINHA PARA ENTRAR NO FIM-DE-SEMANA SEM ESFORÇO


Hoje vi uma senhora gorda, mas mesmo muito gorda, com uma t-shirt vestida que dizia:

WHAT YOU SEE IS WHAT YOU GET

Isto acho que queria dizer qualquer coisa como "Já nem consigo disfarçar. Se tivesse menos uns kilos, com uma cinta e tal, sempre podia andar a fazer de conta que era uma gaja boa. Assim não. Que se lixe."

Pronto. Era isso mas com menos palavras.

4/03/2008

E MAIS UMA HISTÓRIA PARVA À ESPERA DO FIM-DE-SEMANA

Não tenho muitas paranóias obsessivas, juro que não. Mas tenho uma ou outra, até porque ninguém é perfeito e eu também sou filha de Deus. Vocês também devem ter e não digam que não.
Uma delas é o horror a meias desirmanadas. Cá em casa , quem põe uma meia sozinha para lavar dá azo a um drama mais intenso do que as histórias dos Morangos com Açúcar. Quando vou a tirar a roupa da máquina de lavar e vejo que falta uma meia, a mesma coisa. Quando penduro a roupinha a secar, as meias ficam aos pares, com as cores combinadas e os calcanhares virados para fora no sentido de cima para baixo. Nem um milímetro ao lado.

Por isso, quando aqui há umas semanas apareceram, em cima da minha cama, uma meia azul e uma preta, lado a lado, stressei como se o mundo fosse acabar ali. Andei dias e dias a tentar casá-las com alguma coisa e nada. Lavei-as, mas elas recusaram-se a ficar da mesma cor.

Até que um belo dia me apareceu à porta a sopeira da vizinha do terceiro andar, a perguntar se eu não tinha visto duas peúgas, uma azul e uma preta, que ela tinha deixado cair. Ou seja, foi a minha empregada que as apanhou e as pôs em cima da minha cama. Não se faz!

NÃO É DE AGORA, MAS DANTES NÃO SE TOMAVA CONHECIMENTO OFICIAL

Esta história tem tanto de negro como de gore e como de estúpida. Vou contar porque hoje me lembrei dela.
Eu teria perto de uns 10 anos de idade e fui andar de baloiço para o Parque Infante D. Pedro (vulgo parque da macaca) com uma colega da mesma idade. Saltámos, rimos e brincámos à vontade, até que a certa altura reparámos num homem com talvez uns 60 anos (não me recordo bem das feições mas para nós era velho), que nos observava por trás duns arbustos e se masturbava. Esta última parte eu só vim a perceber mais tarde. Na altura, ficámos as duas muito curiosas a olhar e a minha amiga perguntou:

-Que é que o homem está a fazer?

E eu, sempre a arranjar respostas e soluções para tudo, na imensa sabedoria própria da idade:

-Está a fazer xixi. Mas não consegue porque deve ter um problema de bexiga. A minha tia também tem.

E continuámos a brincar nos baloiços e nos cavalinhos como se nada no mundo fosse causa justificável para algum transtorno.

4/02/2008

ESTÁ PROVADO, O MEU CARRO É RANCOROSO

Não sei se se lembram de eu ter contado aqui o ataque de loucura que o meu carro teve há dias. Para quem não leu e tem alguma curiosidade, mesmo que pouca, é o post do dia 27 de Março, já ali em baixo. Parecia possesso. Pois podem acreditar que o cabrão, hoje, quando chegou o mecânico para ver o que ele tinha e lhe deu à chave, portou-se como se fosse um qualquer carrinho normal, o sonso de merda. Nem acelerações, nem coisa nenhuma. Só lhe faltou pôr-se a dizer - "Eu sou um carrinho bonzinho, ela é que é naba!".


Começo a acreditar naquelas histórias de ficção científica em que as máquinas tomam conta do mundo.