6/30/2009

E DEPOIS ENCONTRAMOS UMAS FOTOS ANTIGAS

e lembramo-nos que já fomos pequenos, que tivemos um triciclo, que morámos numa casa com quintal e um pátio coberto de videiras, das quedas que demos do muro, das árvores que plantámos e morreram, do tanque com água suja de sabão azul e branco, do cheiro do sabão azul e branco, da roupa a corar na relva, dos vizinhos, de cortar o rabo às lagartixas, de não andar ainda na escola, de já andar na escola, de chegar a casa e sair, de fazer a primeira comunhão, de toda a gente ser tão mais nova, dos óculos em bico, dos lenços na cabeça, dos penteados armados, de ser verão e estar muito muito calor...
E o meu triciclo azul... azul clarinho como o sabão que cheirava no quintal todo...

E depois isto passa-nos, claro.

6/29/2009

EDITAL


Aproveito para avisar o dono do papagaio que se põe a assobiar feito estúpido sempre que eu vou à janela de manhã cheia de stress estender uma roupinha ou apanhar a que lá está, que um dia destes dou-lhe um tiro.

Olá a todos queridos clientes! Para começar quero anunciar aqui que acabei de aderir ao facebook e já lá tenho o meu perfil. Agora quero ter muitos amigos porque o Barak Obama também tem e eu não sou menos do que ele. Aos clientes que eu consegui encontrar por lá, já enviei convite, mas como não consigo apanhar todos, quem quiser ser meu emigo (no facebook, nada de confusões), é só mandar-me um mail. Não dá trabalhinho nenhum. Mas vamos ver o que aconteceu esta semana.


1. O pessoal já arranjou mais um motivo de histerismo, assim que foi anunciada a hipótese de poder vir a ser feito o teste de despitagem do HIV a putos nas escolas, bares e discotecas. Pois claro, não há direito de ir chatear uma criança que está inocentemente a beber uns shots às três da matina, muito sossegada! Está mal!


2. Cristiano Ronaldo esteve de férias, mas "undercover". Andou a fingir que era pobrezinho. Primeiro, porque foi para o Algarve, o que não lembra a ninguém com meia dúzia de trocos no bolso. Depois, porque apareceu com um boné foleiro virado para trás, à Pardilhó, uns polozinhos que pareciam comprados nos ciganos e uns acessórios da feira da ladra. Mesmo assim, ninguém o deixou em paz.


3. Os fins justificam os meios. O PCP conquistou mais uma vitória ao serviço da classe trabalhadora, tratando de antecipar o desemprego ao pessoal da Autoeuropa, que é para depois ter mais um argumento para atacar o governo por não conseguir ter uma política de emprego eficaz. Assim como assim não lhes toca a eles, que têm o tacho seguro no comité central.


4. O nosso querido Aníbal marcou as eleições legislativas para 27 de Setembro, a pedido de várias famílias, excepto da dele. Mas teve que ser, senão dava muita bandeira. O que eu gostei de ver foi o PSD a dizer que aceita e respeita a decisão. Então e a alternativa era qual? Entrar por ali dentro a partir tudo, tipo claque? Mandar fazer umas eleições só para eles? Dah!


5. A PT já não compra a TVI, parece. Eu por mim não captei bem o cerne desta questão, e muito menos para que raio alguém quereria comprar a TVI, já que eu não dava um cêntimo por aquilo. Só para demolir levavam-me um balúrdio, e depois a gente desfazer-se do entulho é sempre um problema. Especialmente se for entulho tóxico, como é o caso.


6. Morreu o Michael Jackson. Além dele, morreram bués de outras pessoas e também nasceram bastantes. De certezinha. E?...


7. O Sporting e o Benfica andaram à pedrada e ao tiro na final do campeonato nacional de futebol de juniores. Deve ter sido para fechar a temporada de santos populares. Ou então para ir habituando as criancinhas a saber comportar-se no desporto e não serem uns xoninhas. Foi giro. Agora só falta acabar com esta palhaçada das claques e meter os animais todos nas jaulas de onde nunca deviam ter saído. Falta muito?


E pronto queridos clientes, por hoje é tudo. Aguentam-se bem à bronca, caso não estejam de férias, e fiquem com a habitual beijoca da vossa


Rosarinho

6/26/2009

UM ANJO SECUNDÁRIO


Esta mulher teve azar. Não um azar como nascer numa zona remota da África faminta, nem um azar como nascer mulher nos domínios de Alá, mas ainda assim azar. Além de ter ficado para sempre associada àquela coisa medonha que foram Os Anjos de Charlie de que se tentou livrar em vão num processo judicial desastroso, até o dia que o acaso escolheu para a levar deste mundo calhou mal. O que nos disseram os media não foi que ela morreu, foi que ela TAMBÉM morreu. Como se fosse um apêndice.

6/23/2009

QUEREM SABER PORQUE É QUE EM ITALIANO A PALAVRA "PORTOGHESE" SIGNIFICA VIGARISTA?

Eu explico.

Há uma porrada de anos, tantos que isto já não é das revistas mas sim dos livros de história (o sacana do gajo que me contou a história também não me soube dizer quando foi ao certo), o Papa convidou uma comitiva portuguesa para o ir visitar. Como naquele tempo ainda não havia Ryanair nem Easyjet, nem TGV e nem mesmo Alfa, as viagens eram feitas a cavalo e era um pau! Por isso, chegar daqui a Itália era um (muitos) dia de juízo. Assim sendo, o Papa deu ordens para que, em todas as casas situadas no percurso, a comitiva portuguesa pudesse comer e pernoitar gratuitamente. O resultado foi que, num ápice, começaram a aparecer por todo o lado italianos a aproveitar-se e a dizer que eram portugueses para comer à pala.


Podem portanto dormir descansados porque sim, muitos de nós são vígaros até dizer chega, mas eles ainda não sabem.

6/22/2009

DE PREFERÊNCIA FOTOGÉNICAS. DE VÁRIOS ÂNGULOS E POSIÇÕES.


Olá queridos clientes! Cá estamos nós para a primeira crónica deste verão que curiosamente, até aqui em Aveiro soube a verão!Para uma cachopa como eu, pouco dada à roupa em exagero, foi bom. Mas vamos ver o que aconteceu esta semana!
1. Depois de Serralves (a imitar a Gulbenkian) e do andante (a imitar o metro), foi inaugurado no Porto o Sea Life (a imitar o oceanário). Mas eles não páram! Depois deste magnífico sucesso, há quem diga que já estão a trabalhar numa versão moderna dos Jerónimos e numa mega-fábrica de pastéis de Belém, que se vão chamar de Beléim-eee. Também se pensou numa assembleia da república mas já não é preciso. Já lá há políticos merdosos a dar com um pau para preencher a lacuna.

2. Vítor Constâncio voltou a ser ouvido pela comissão parlamentar, o que é uma merda porque por este andar passo a falar dele todas as semanas. Desta vez admitiu ter havido ingenuidade na sua actuação. E eu que pensava que para um ordenadão daqueles já não se admitia ingenuidade! Posso-me candidatar? É que eu também sou uma alminha pura que acredita em toda a gente! Ainda ontem dei cinquenta cêntimos a um arrumador que me disse que era para leite para os filhinhos!

3. Nas eleições europeias houve um palermóide qualquer que votou duas vezes e a seguir foi-se gabar para tudo quanto é televisão e jornal, sem se ter lembrado de perguntar primeiro a alguém se aquilo não seria proibido. Agora incorre numa pena até dois anos de prisão e multa. Mas e então demora muito? Se fosse eu que mandasse o imbecil já tinha era levado uns sopapos num posto da guarda. Aprendia a não se armar em parvo e ainda fazia uma caridade aos polícias, que ultimamente têm andado muito tensos.

4. A Calvin Klein lançou mais uma campanha polémica que logo a seguir foi proibida nos Estados Unidos por sugerir qualquer coisa que eu pessoalmente nem estou bem a ver o que é. Uma campanha destas era mesmo do que a padaria precisava para animar o movimento. Infelizmente, nós não temos dinheiro como a Calvin Klein, para pagar uma campanha e depois pagar a quem a critique para dar polémica e toda a gente falar muito de nós. Paciência.

5. Finalmente, e a pedido de várias famílias na crónica da semana passada, lanço aqui os prototipos dos primeiros objectos de merchandising do grande herói de Aguiar da Beira: T-shirt, caneca e cuequita. Queria que me dessem a vossa opinião antes de mandar produzir em série, pode ser?


E pronto queridos clientes, por hoje é tudo. Fiquem bem, portem-se... como puderem, e fiquem com uma beijoca da vossa

Rosarinho

6/20/2009

MAIS UMA PÉROLA NA CULTURA POPULAR PORTUGUESA

video

Joana, a grande revelação da cena musical nacional, conta a história comovente duma pobre moça que já andava toda negrinha de tanto ser apalpada e só alcançou a redenção quando se inscreveu num concurso para praça da PSP e passou a andar agarrada aos cassetetes do maralhal.

Um belo poema numa maravilhosa composição musical. Só espero que o meu vídeo esteja à altura da categoria do tema.

6/19/2009

MAS ESTÁ CLARO QUE NÃO SOMOS, NEM TODOS, NEM SEMPRE ASSIM


Não há frase que melhor ilustre o espírito português do que "É porque não te custa a ganhar!". Ouvimo-la quando perdemos o porta-moedas ou um guarda-chuva, quando compramos uma coisa qualquer que não sirva para fazer sopa ou simplesmente quando trazemos um quilo de pêras da mercearia onde elas custam mais cinco cêntimos.

"É porque não te custa a ganhar!" significa mais do que não gostar de ir trabalhar todos os dias, é mais profundo do que se ter um salário magro para as necessidades. "É porque não te custa a ganhar!", é a assunção de que a vida não é uma dádiva mas um fardo pesado. Que não há nenhuma razão para ser feliz. Que não há esperança. Que a vida é um fado. Que somos mesquinhos e tristes.

6/17/2009

E PORQUE A PADARIA É UM SERVIÇO PÚBLICO...


Descobri em Salamanca, totalmente por acaso, um dos museus mais lindos que já visitei. É a Casa Lis, museu de Arte Nova e Arte Deco. A casa é irreal, e como todas as casas arte nova, parece que nasceu ali, como qualquer coisa orgânica. Aliás, a arte nova tem esta capacidade de nos maravilhar e de nos fazer ficar a olhar e a descobrir pormenores por horas. Lembro-me que era o que me acontecia quando em menina passava pela nossa, então em ruínas, Major Pessoa, e a minha mãe tinha que me puxar para continuar o caminho.
As colecções permanentes são fascinantes e as peças estão muitíssimo cuidadas. A colecção de bonecas, daquelas antigas horríveis que apesar disso têm qualquer coisa que nos atrai, é particularmente interessante (e numerosa).
E pronto, tenho a certeza que muitos de vocês já conheciam porque eu sou, de facto, mais distraída do que o normal. Mas eu tinha que partilhar isto convosco. Até porque, para quem ainda não conhecer, Salamanca é ali tão pertinho!

6/16/2009

COMO SER UMA PERFEITA IDIOTA


Vi-a aqui há dias num apontamento nas notícias e achei ternurento. Lucy Mangan é uma gaja que, além doutros biscates, ganha a vida a dar uma espécie de acções de formação a mulheres sobre como fisgar um milionário. Para casar! E para isso, ela descobriu verdadeiros focos de pólvora sem fumo, como por exemplo:

- Não deve frequentar restaurantes baratos de subúrbio. Ah pois!

- Deve frequentar bares de hotéis caros. A lavar o chão, talvez...

- Deve esmerar-se na arte de penetra em inaugurações de exposições de arte e outras merdas onde aparecem os gajos com pastel.

- Deve frequentar zonas de lojas caras.

- Deve fazer a abordagem pedindo a um ricaço a opinião sobre uns botões de punho que quer comprar para oferecer a um primo.

- Deve fazer férias em Maiorca, República Dominicana, Moçambique (Moçambique???!!!) e Seychelles.


Comentário:

À primeira, quer parecer que para fisgar um milionário é preciso já ser milionária. Sendo assim, não vale o esforço.

À segunda, não sei se estes conselhos funcionariam aqui em Portugal. Quem faz férias nas Seychelles são os patos bravos que usam cachuchos e voltas de ouro, têm uma mulher gorda algures na província daquelas que te vão ao focinho num abrir e fechar de olhos e, apesar do Mercedes e das contas bancárias, suam como uns porcos, usam bigode e cospem no chão. Claro que aqui entra o factor subjectividade, que é: Até que ponto estás disposta a fazer sacrifícios por um apartamento grátis?

Aquela táctica de aparecer nas inaugurações também não sei não. Essas merdas costumam estar cheias de presidentes de junta que querem aparecer no jornal, tias que aparecem nas revistas mas não têm onde cair mortas e artistas intelectualóides, que como se sabe são uns tesos.

Aquela dos botões de punho também não dou nada por ela, não sei porquê. Alguém que não seja um cagão insuportável ainda usa disso?


Concluindo:

A coisa mais importante a saber era se, de facto, essa tal de Lucy Mangan já conseguiu casar com um milionário. Algo me diz que não. Até porque as tácticas que ela ensina já são usadas há tanto tempo por gajas que não sabem fazer mais nada do que existir, que isso até tem um nome. Há quem jure que é até a profissão mais velha do mundo. Eu francamente acho que não mas isso fica para outro post. Mas importante importante é que, se ela arranja quem lhe pague para a ouvir ensinar estas patacoadas, também não precisa de marido rico.

6/15/2009

UMA LINDA HISTÓRIA NO NORTE DE PORTUGAL

Íamos nós de "Não Sei Onde" para "Rais Ma Parta Se Eu Sei Onde Fica Isto" e, como evidentemente também não fazíamos a menor ideia do caminho, resolvemos ligar o GPS que era para a inútil que lá anda dentro a mandar bitates mostrar que servia para alguma coisa. Até aqui tudo bem. Lá fomos nós, durante alguns kilómetros muito contentinhos, até que a gaja nos mandou para dentro duma aldeola. Na boa. Fomos. A princípio, apareceu um chafariz e uma velhinha a tirar água para uma bilha de barro. Depois, umas ovelhinhas, duas ou três. Mais tarde, umas cenas daquelas que há muito no norte e que acho que serve para guardar cereais ou isso. Depois mais ovelhinhas, acompanhadas dum senhor com um pau e, às tantas, estávamos no meio de ovelhas todas excitadas com a nossa presença, num caminho de terra batida, e com uma casarona de pedra à nossa frente, mesmo no meio do caminho, a dizer que por ali ninguém passa! E não passava mesmo, porque o carro não cabia nem que encolhêssemos os espelhos e lhe f*dêssemos a pintura toda. Só que a estúpida do GPS dizia que estávamos na Avenida Central. Olhámos para o lado e não é que estávamos mesmo? Uma placa de mármore, pregada numa daquelas tais coisas de guardar cereais, anunciava, sem margem para dúvidas: "AVENIDA CENTRAL".
Resultado: Tivemos que dar meia volta no meio do gado caprino, com muito jeitinho, e bazar dali de fininho, enquanto uma velhinha de xaile e lenço na cabeça olhava para nós como quem diz - "Olha mais uns anormais com GPS!".
E para não dizerem que estou a mentir aí vai: A Avenida Central da aldeia de Aboim, concelho de Fafe, é o risco a vermelho. A seta indica a casa que, não sei porquê, está implantada no meio da avenida que na verdade é um caminho de terra batida com uns dois metros de largura.
E a moral da história é: Nunca escolham o caminho mais curto no GPS. O gajo não sabe quando é que há casas a nascer no meio de avenidas que não são avenidas.

Olá queridos clientes! Esta semana foi semana de medalhinhas, mas também aconteceram outras coisas interessantes. Mas vamos ver:


1. Vítor Constâncio foi ao parlamento explicar que não se demite. Primeiro, porque ganha muita bem e dá-lhe jeito (esta parte não disse mas a gente percebeu). Depois, porque não tem nada de mais, nem é grave (isto sim foram palavras dele) não ter topado que andava pessoal a fazer trafulhices a torto e a direito nos bancos. Esta parte já a gente não percebeu porque dizem que esse era mesmo o trabalho dele. Salvaguardadas as devidas proporções, era como se pusessem um securitas à porta da Zara e aquilo fosse um tal de gente a sair cheia de compras por pagar, os alarmes a tocar e ele nem aí. Eu digo salvaguardadas as devidas proporções, claro, porque no caso do securitas, ele seria imediatamente despedido.


2. Ficámos a saber que, tanto o Vizela como o Gondomar cometeram actos de corrupção a árbitros e por isso, descem de divisão. Graças a isso, não desce o Boavista. Está claro que o Vizela e o Gondomar são duas poderosas organizações mafiosas do futebol nacional, quiçá mundial, e já deviam ter sido exemplarmente punidos há que tempos. Não tem nada a ver com o Boavista não querer descer de divisão, claro que não!


3. Já na temática da medalhinha, a autarquia de Aguiar da Beira distribuiu algumas dezenas delas no dia dez de Junho, fazendo assim justiça a quem não as recebeu da mão do Presidente da República himself e proporcionando à maralha um bonito e comovente espectáculo. Um dos homenageados foi o grande Dias Loureiro, que o povo da terra afiança não ter feito "nada de mal". E se eles dizem, eles é que sabem, até porque Aguiar da Beira é o centro do mundo e é por lá que circula toda a informação importante.


4. Já em Lisboa, nas comemorações do 10 de Junho, quem recebeu uma medalha a título póstumo foi Salgueiro Maia, a quem aquilo agora deu um jeitão. Curiosamente, quando ele era vivo e precisamente durante o mandato daquele que é agora Presidente da República, foi-lhe negada uma pensão de sobrevivência. Nós, os simples mortais, até podemos achar que isto não faz sentido nenhum, mas meus amigos, quem sabe sabe e mais nada!


5. Cristiano Ronaldo foi vendido ao Real Madrid por uma quantia que eles dizem que vai ter retorno a vender t-shirts com a cara dele. Eu cá duvido mas, desde que não me venham pedir nenhum emprestado, eles é que sabem. Agora, um exercício matemático que eu acho muito giro para quem quiser apanhar uma depressão é o seguinte:

A partir do vosso rendimento mensal, calculem quantos anos teriam que viver para ganhar aquilo que o Cristiano vai ganhar por mês. Depois digam-me qualquer coisa.


6. Um palerma qualquer que, por ter o passaporte caducado, não apanhou aquele avião da Air France que tragicamente acabou por cair no meio do atlântico, convenceu-se que foi a Senhora de Fátima que o salvou e veio a Portugal propositadamente para lhe agradecer. Ao que dizem, a santa até ficou um bocado encabulada, assobiou para o lado e mandou-o embora, mas ele não percebeu. Porque é que esta gente insiste em fazer lembrar que as divindades, na verdade, andam sempre distraídas e que o que ela tinha feito mesmo bem era não deixar o avião cair? Gentinha inconveniente!


E pronto queridos clientes, por hoje é tudo. Fiquem com uma beijoca da sempre vossa


Rosarinho


E até para a semana!

6/13/2009

BONS EXEMPLOS


Aqui está uma notícia bonita:


Os presidentes da união europeia sem poderes executivos formaram um grupo de auto-ajuda chamado "Grupo de Arraiolos". Esse grupo conta com a participação dos presidentes da Itália, Alemanha, Áustria e Hungria, mais o nosso querido Aníbal.

Assim, e como não têm com que ocupar os seus tempos livres, em vez de se dedicarem à droga ou à delinquência, eles juntam-se de vez em quando para falar de coisas sobre as quais, na verdade, ninguém lhes pede a opinião. Desta vez encontraram-se em Nápoles para darem um bocado de água sem caneco sobre o Tratado de Lisboa e, segundo dizem, quase que conseguiram acabar um tapete.

6/12/2009

NOSTALGIA


Que saudades do tempo em que íamos comprar um champô e as opções eram “cabelos secos”, “cabelos oleosos” e “cabelos normais”! Podiam até ser todos uma merda e deixar-nos o cabelo como se tivéssemos acabado de apanhar um choque eléctrico de alta voltagem, mas a vida era tão mais simples do que ficarmos a fazer piscinas entre prateleiras de super-mercado e a ler rótulos de champôs para:
- Cabelos pintados e permanentados
- Cabelos pintados e brilhantes mas não permanentados
- Cabelos baços, sem força e sem vitalidade
- Cabelos lisos e compridos, ligeiramente virados para dentro
- Cabelos lisos e compridos, ligeiramente virados para fora
- Cabelos curtos com tendência a crescer pouco no verão e muito no inverno
- Cabelos curtos e pintados mas com tendência a ficar baços às primeiras chuvas de Março
- Cabelos castanhos com caracóis grandes ligeiramente avermelhados
- Cabelos loiros e lisos sem brilho mas com tendência a oleosidade no tempo húmido
- Cabelos rebeldes e difíceis de pentear mas que adquirem brilho com a luz do sol
- Cabelos sem personalidade, facilmente influenciáveis pela direcção do vento
- Cabelos finos e rebeldes, que mudam de cor consoante a tinta aplicada
- Cabelos pretos com brilho azulado que crescem para o lado direito
- Cabelos que perdem facilmente a vontade de sair da cama de manhã se estiver a chover
- Cabelos com as raízes levantadas e as pontas secas e espigadas mas apenas no tempo seco
- Cabelos com caspa e a necessitar de aroma de mentol fresco nos dias ímpares
- Cabelos que têm tendência para não se pentearem a si próprios
- Cabelos fracos, deprimidos e a necessitar de cura de sono
- Cabelos sem nada de especial mas cujos donos gostam de champô cor-de-rosa choque
- Cabelos que são brancos mas já foram castanhos e também ruivos, mas não em demasia
- Cabelos que acordam bem-dispostos mas vão perdendo o bom-humor ao longo do dia, entre Fevereiro e Outubro
- Cabelos levados da breca
- Cabelos brilhantes com um leve aroma de tabaco estrangeiro mas sem chicletes coladas
- Cabelos compridos mas sem ultrapassar a linha do cóccix em momento algum
- Cabelos castanhos que crescem à média de 0,5mm/mês
- Cabelos grisalhos que, ao sol, dão a leve impressão de serem acinzentados com um pequeno brilho pérola
- Cabelos de pessoas magras que já foram gordas
- Cabelos de pessoas gordas que já foram magras
- Cabelos pesados e sem brilho, secos de manhã e com leve tendência a oleosos à noite, mas não muito
- Cabelos que parecem perucas mas não são
- Cabelos que provocam comichões leves, algures entre a sensação de cócegas e a de picada de mosquito, mas não mais.
- Cabelos que dão para fazer tranças com três voltas e pontas de 10 cm, no máximo
- Cabelos estilo Rapunzel, em potencial, embora cortados à garçon
- Cabelos que não são nem deixam de ser
- Cabelos com espuma extra-forte mas que foram lavados há menos de dois dias e três horas
- Cabelos que habitualmente usam laca, mas não em casamentos nem em baptizados
- Cabelos que têm dias sim e dias não, embora os últimos em maior quantidade numa percentagem de 63,5%
- Cabelos com pontas cortadas certinhas e tinta permanente tom 5.4
- Cabelos com caspa ligeira entre a nuca e as orelhas, especialmente em primaveras pouco chuvosas
- Cabelos que não dizem a ninguém as suas preferências em tipos de champô mas são bastante faladores no geral

DISCURSO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA ÀS COMUNIDADES PORTUGUESAS NO DIA 10 DE JUNHO DE 2009

6/09/2009

O MEU CARRINHO NOVO


Para quem teve a pachorra de seguir as aventuras do meu carro velho, que não era mais do que um monte latas velhas com rodas e volante, rancoroso, cínico, sonso e malcriado:

Perdi a capacidade de lhe perdoar. Porque isto é como os amantes, tantas fazem até que levam com os pés.

Agora comprei um que tem as características que basicamente interessam num carro:

- Não gasta muito.

- Anda.

- Ocupa pouco espaço no estacionamento.

- É fofinho.

Comprei-o vermelho, porque assim faz de conta que é um Ferrari!

6/08/2009

PORNO NA PADARIA III

LIÇÃO DE MÚSICA



REGANDO AS FLORES


Olá queridos clientes! Esta semana teve dois assuntos que ofuscaram os outros todos: Futebol e Tacho.

NO FUTEBOL:
Mesmo mesmo à rasquinha, a selecção lá conseguiu prolongar por mais um tempo a sua agonia e a dos adeptos que ainda lhe restam, ao ganhar à Albânia já no período de compensações, quando teoricamente, a selecção albanesa é o saco de porrada dos campeonatos europeus. Por isso, vamos continuar a ouvir o Carlos Queirós a repetir que vai ao mundial, pelo menos até dar de vez com os burros na água, com aquele ar de carneiro mal morto que ele tem. Mas o pior não é isso, o pior é se calha a ir mesmo, e depois nós passamos outra vergonha como aquela de perder com os Estados Unidos. A sério, eu não me canso desta, foi de almanaque!

NA DISTRIBUIÇÃO DE TACHOS:
Para o parlamento europeu, contados os votos, já se sabe quantos é que deu para cada um. O que ainda não se sabe exactamente é quem é que ganhou, mas essa parte é sempre a mais difícil. Vejamos.
- Ganharam os 22 gajos que conseguiram o segundo melhor emprego do mundo (o melhor era aquele algures na Austrália a dar de comer aos peixes e a dormir na rede), e que a partir de agora vão ganhar 7665 euros/mês mais subsídios vários, que não sendo nada comparado com o talão de ordenado do Cristiano Ronaldo, é uma miragem para a esmagadora maioria de nós, os cabrões que votam.
- Ganhou, segundo o PCP, a luta dos trabalhadores. Isso já sabíamos porque, quer chova quer faça sol, para o PCP todas as eleições são uma vitória da luta dos trabalhadores.
- Ganhou o CDS, porque apesar de ter menos votos do que os outros quase todos, teve mais votos do que dizia uma sondagem qualquer.
- Ganhou o Bloco de Esquerda que, apesar de ter quase tão poucos votos como o CDS e como o PCP, fez para ali uma festa rija que até parecia que lhes tinha calhado o euro-milhões a todos. Ou então que tinham andado a dar naquilo que eles querem legalizar.
- Ganhou o PSD, que de facto teve mais votos do que os outros e por isso ficou a pensar que já manda nisto tudo. As eleições foram para o parlamento europeu, chavalos! O PS continua com a maioria na assembleia. Helloooo!
- Ganhou a abstenção. Mas essa gaja ultimamente tem ganhado as eleições todas como quem limpa o cu a meninos. Cá para mim devia ser proibida de concorrer.

Perder perder, perdeu sem dúvida o PS e o Sócrates, que não foi hoje que descobriu que tinha feito um mau negócio com o Avô Cantigas como cabeça de lista, mas que quando descobriu, claro, já era tarde. Foi bem feito! Para aprender!
Perder perdemos também nós, a dinheirama que custa montar a chafarrica para as eleições e que, acreditem, não é nada pouca!

Finalmente, o troféu para a boca mais triste do dia, confiro-o ao gorduchinho Paulo Rangel, que na euforia de ter tido mais votos do que o PS nem ele sabe como, comparou a vitória do PSD cá, à do Berlusconi na Itália. É verdade que ele pode não ser assim muuuuito diferente do palerma italiano, mas não havia necessidade. Podia ter omitido essa parte e ai e tal… Valha-nos Deus! Por estas e por outras é que eu votei em branco.

E pronto queridos clientes, por hoje é tudo. O que nos vale é que a semana que vem tem um fim-de-semana extra e a distribuição de medalhinhas, que também é um espectáculo de circo que não fica nada a dever ao dos palhaços e pode ser inspiração de muitos posts para muita gente. Fiquem bem e com a beijoca do costume da vossa

Rosarinho

6/04/2009

E ISTO CUSTA DINHEIRO E TUDO!


Caso eu tenha declarado aqui alguma vez que um determinado spot era o pior de sempre na história da publicidade, queiram considerar sem efeito. O Turismo do Algarve acabou de conseguir a proeza de liquidar o pouco que restava de vontade de ir àquelas paragens, voluntariamente, a gastar dias de férias e a pagar. Agora, quem vê isto, se já estava um bocadinho de pé atrás com a ideia de se ir misturar na classe média/baixa dos subúrbios ingleses a arrotar Sagres e Super Bock por todo o lado, passa a ter a imagem clara de que ir ao Algarve é uma experiência equivalente a fazer um estágio no Bairro da Bela-Vista nos dias maus, ser condenado a acompanhar o Paulo Portas nas visitas às feiras ou ir viver para o meio daqueles gajos que aparecem a ser entrevistados na "Liga dos Últimos".

Foge!!!

6/02/2009

NÃO DEIXA DE SER CURIOSO QUE...


... num momento em que em plena europa, tolerante, democrática, apareça um gajo que condiciona a liberdade de expressão dum país inteiro, que proibe a seu bel-prazer a publicação de livros de A ou B e só por acaso calhou a ser dum escritor português e para o caso nem interessa se gostamos ou não dele, onde os media são totalmente constituídos por pessoas que têm medo de ser despedidas se não disserem o que ele quer ouvir... e aquilo a que o pessoal dá mesmo importância é às cusquices sobre os seus conflitos conjugais e eventuais envolvimentos com um ou outra pindérica.

Temos mesmo o que merecemos. Todos.

6/01/2009

HOJE FOI DIA DA CRIANÇA!

Olá queridos clientes! Cá estamos nós outra vez para mais uma análise da semana, coisa que muita gente anda por aí a fazer, mas de confiança, já sabem, só a Rosarinho! Não se percam!

1. Oliveira e Costa fez aquilo que toda a gente já sabia que ia fazer, só não sabia quando: chibou-se. Estava a ver que nunca mais! Desde quando é que, num bando de malfeitores, o primeiro a cair não leva logo mais dois ou três atrás? Deus me perdoe mas isto assim como estava nem era normal!


2. E na sequência do chibanço, Dias Loureiro demitiu-se. Só que esta parte aqui já é mais complexa! Porque isto é assim: se dez milhões de gajos já andavam fartos de dizer o que disse o gajo de Mataduços e ele não se demitia, porque é que o fez agora? Porque é que não continuou com a teoria do “sou tolinho e só sei assinar de cruz”? Aceita-se palpites.


3. No rescaldo do caso “Alexandra”, a miúda que só falava morcão e um juiz, sem mais nem menos, decidiu que ia para a Rússia fazer um estágio de línguas de longa duração, lá apareceu outra vez o nosso amigo Marinho Pinto a pôr merda no ventilador. Diz ele que o conselho nacional de magistratura está a cozinhar um processo disciplinar ao juiz, não por ele ter feito porcaria mas por ter admitido que a fez, que é uma maneira de dar o exemplo e pôr a cambada toda a decidir o que lhes dá na veneta e a lixar a vida de quem calha, mas nunca se arrepender disso que é para o populacho não se habituar mal. Este homem já devia ter uma estátua no Terreiro do Paço, palavra de honra!


4. Continua sem se decidir a questão da nomeação do provedor de justiça, num folhetim que já vai mais longo do que o do Tide, de que eu não me lembro mas a minha avó falava muito. O que é giro é que a vida continua, como se diz num programa de televisão, normalmente. O que me parece demonstrar que o provedor de justiça faz tanta falta como uma viola num enterro.


5. Manuela Ferreira Leite, essa querida, declarou que “não tem jeito para enganar as pessoas”. Olha fofa, estás como eu! Se não fosse isso já tinha deixado este emprego de merda e já tinha aberto um consultório de astrologia. Quer dizer, estás pior do que eu, porque numa padaria não é mesmo obrigatório aldrabar nos trocos nem na massa para sobreviver, agora na política, isso já não sei…


6. E os professores lá fizeram mais uma vez o frete ao PCP e ao Mário Nogueira, que desta vez perdeu o restinho de pudor que ainda tinha e mostrou o que pretende mesmo: carreira política. É uma peninha, porque na volta eles até são capazes de ter razão numa coisa ou outra. Agora assim, borram a escrita toda.


7. E a propósito disto, o que eu acho giro é ver os diferentes partidos políticos (agora até a insonsa Laurinda Alves) a colarem-se à luta dos professores para ter votos e a criticar o governo quando ainda há pouco tempo, pelo menos dois deles não conseguiram abrir o ano lectivo a tempo, que é o que se pode considerar o serviço mínimo. Querem mais incompetência?

Bem queridos, por hoje é tudo que isto já vai longo. Fiquem com uma grande beijoca e vemo-nos outra vez para a semana se tudo correr bem.
A vossa

Rosarinho