3/31/2010

Fez-se justiça

Já existia um bingo para reuniões em empresas. Agora também há um para reuniões na administração pública, adaptado à sua especificidade. Aplaudimos a iniciativa e aguardamos contributos para o seu aperfeiçoamento.

3/29/2010

Não, a ilustração não tem nada a ver


E se estivessem na caixa do supermercado e a empregada que está a fazer a vossa conta se pusesse a cheirar os sabonetes que vocês vão comprar, a ler as informações da embalagens e a fazer comentários do género: "Vejam só que eu trabalho aqui há tanto tempo e ainda há produtos que a gente vende e eu não conheço!"
Vocês punham-se a olhar em volta à procura da câmara oculta? Foi o que eu fiz. Mas pelos vistos não havia.

Olá queridos clientes, cá estamos nós de novo juntos para fazer a análise da semana. Vamos a isso.

1. Este fim-de-semana foi mais curto uma hora. Mas ainda não foi uma medida do PEC.

2. Sim, o PEC foi aprovado, como se esperava. A partir de agora as pessoas com rendimentos acima dos 500 euros vão ser mais tributadas. Ponto positivo desta medida: Finalmente vamos-nos (quase) todos poder sentir ricos porque estamos a pagar a crise. Não ficam orgulhosos? Eu também não.

3. No PSD, o novo líder é o ex-puto da Jota Pedro Passos Coelho. Pela minha parte foi uma pena não termos tido oportunidade de conhecer mais a fundo as qualidades daquele senhor que só teve zero vírgula qualquer coisa de votos e que acha que o Albert João Jardim é uma referência. Prometia. De qualquer, forma, a partir de agora está a contar o tempo para sabermos quanto é que se vai aguentar este e se vai conseguir ascender ao top de permanência na liderança do partido que eu acho que está em... quantos meses mesmo?

4. No caso Bragaparques, Domingos Névoa foi condenado a uma multa de 5000 euros por corrupção activa. Já Ricardo Sá Fernandes foi condenado a pagar a Domingos Névoa 10.000 euros por lhe ter chamado "corruptor" e "vigarista". É nestes pequenos detalhes que está a beleza da justiça em Portugal, não sei porque raio há quem ache que o sistema judicial precisa de reforma!

5. Foi aprovado na assembleia o novo estatuto do aluno, com o CDS a propor que aos alunos faltosos e indisciplinados ficassem sem apoio da acção social escolar. Os outros partidos rejeitaram vivamente esta proposta e quanto a mim muito bem. Pou um lado, uma pessoa precisa de estar bem nutrida para ter forças para bater nos colegas e nos profes quando aparece na escola. Por outro, o que é que se ia fazer aos alunos faltosos e indisciplinados que não precisam da acção social escolar? Era chato!

6. A bandeira monárquica foi hasteada no Parque Eduardo VII e as autoridades ficaram a avaliar se aquilo era ou não crime. Cá para mim eu multava-os em 10.000 euros, como ao Ricardo Sá Fernandes! Mainada!

7. Saiu uma biografia do Cardeal Cerejeira. Não sei que raio de interesse pode ter a biografia do Cardeal Cerejeira para sair em livro, sinceramente. Só se for para ler em noites de insónia. A não ser que ele também tenha andado a papar criancinhas, o que não me admirava nada.

E pronto queridos clientes, por hoje é tudo. Fiquem bem. Um beijinho da

Rosarinho

3/25/2010

The End

Depois do que eles puxaram pela moleirinha a arranjar palavras novas para a sigla PEC, foi uma pena ter acabado tudo. Nunca os tinha visto tão engraçados...

3/24/2010

E esperavam mesmo encontrar o quê?


Braga - rapariga morre com farinha colada nos pulmoes.

Almada - síndrome maria antonieta

São Paulo - o que é considerado violência.

São Paulo - palavras rimam COM FOGUETES

Viseu - feitos dos portugueses

São Paulo - amparo putas

Califórnia - sexo legumes

Aveiro - youtube o canalizador e a ferramenta

Vizela - como fazer sexo oral na perfeição

Pombal - grandes obras primas

São Paulo - a vida de george seurat

Miami - SINTOMAS DA FARINHA.

Aveiro - farinha amparo blog

3/23/2010

Soluções simples



Às vezes, os problemas mais complexos resolvem-se com as soluções mais simples! Para acabar com o flagelo da violência doméstica bastava uma garrafa de conhaque e nunca ninguém se tinha lembrado disto! E o mais engraçado é que eu até acredito que resulte. Uma garrafa de conhaque cheia, bem mandada aos cornos dum imbecil como este. Mas tem que ser mesmo com muita força! Desta ou doutra marca qualquer.
Mas pensando bem já houve quem se lembrasse desta solução. Não com garrafas de conhaque, talvez, mas com enxadas, machados, gadanhas... o princípio científico é o mesmo.

Dúvida


Depois de ter visto o debate com os quatro pretendentes a chefe do PSD há bocado, subsiste uma dúvida na minha cabeça: Desde quando é crime não gramar o Sr. Aníbal Silva nem um bocadinho?

3/22/2010

Olá queridos clientes! Têm andado benzinho? A última semana correu na continuação das anteriores, com excepção da chegada da primavera que ainda não tinha acontecido nenhuma vez este ano. Mas vamos ver:

1. Continuou a novela da eleição do novo líder do PSD, com a D. Manuela a admitir que o Passos Coelho é um gajo giro e o Paulo Rangel não tem ponta por onde se lhe pegue. Disse ela que espera que o próximo líder não seja escolhido pelo aspecto físico. Faz mal, mas isto sou só eu a falar. Porque incapazes eles devem ser todos, ainda não vimos nenhum de nenhum partido que não seja. E pelo menos o Passos Coelho conseguia ombrear com o Sócrates na próxima eleição do gajo mais sexy. Pelo menos nisso.

2. Continuou a palhaçada na assembleia da república, desta vez com o deputado José Lello a queixar-se que não pode estar à vontade a ver o que lhe apetece no computador por causa dos repórteres fotográficos. Todos compreendemos que aquilo às vezes consegue ser muito chato e um pobre deputado sempre se distraía a ver "umas gaijas" e isso. Há o pequeno pormenor de aquilo ser um emprego e estarem-lhe a pagar para lá ir e tal, mas não sei se será importante. Pelos vistos não. José Lello acrescentou que "o parlamento não é a aldeia dos macacos". Aqui já não tenho muita certeza.
De qualquer maneira, proponho já um novo modelo de sweat com capuz para os deputados que quiserem estar concentrados no porntube. Pode ser pago pelo estado, não tem mal. Já pagamos tanta coisa!

3. Continuou a rebaldaria no sistema de ensino, com uma profe a levar no focinho duma miúda de dez anos. Agora vai haver um inquérito para se saber o que aconteceu. É uma coisa gira que se faz agora, inquéritos para saber se aconteceram coisas que toda a gente viu acontecer. Deve ser moderno. Antigamente, limitavam-se a dar uma carga de porrada na aluna e mandá-la para casa, onde iria ficar sem instrução e destinada a lavar escadas quando crescesse. Que é exactamente o que vai acontecer a esta com o nono ano.

4. Continuou a festa na igreja, com a revelação de imagens de mais um padre, desta vez brasileiro, a papar um puto qualquer. Não sei qual é o espanto, não foram eles que disseram sempre: "Deixai vir a mim as criancinhas?". Agora queixem-se.

5. Continuou a desorientação no PS, com um dos boys, pelos vistos fã do Contra-Informação, a trocar o nome do chefe pelo do boneco. Uma coisa é certa: O Sócrates, da maneira como se aguentou sem dizer nada, já deve estar por tudo...

6. Continuou a festa no futebol, com as claques do Porto e do Benfica a partir tudo de norte a sul e também as cabeças uns aos outros. Felizmente nenhuma delas tem cérebro dentro, senão tinha sido uma porcaria.

E pronto queridos clientes, por hoje é tudo. Voltamos a ver-nos na próxima segunda-feira. Fiquem com uma beijoca da vossa

Rosarinho

3/19/2010

Vou ser empresária de futebol


Já sei o que quero ser quando for grande. Quero ser empresária de futebol, que é uma daquelas pessoas que compra e vende jogadores de futebol. Não é por nada de especial, é só porque dizem que aquilo dá dinheiro que se farta, ainda hoje vi um a dar uma entrevista todo bem vestido. Não vai à Zara como eu! Para já, ainda estou a começar a aprender o negócio e há montes de coisas que não sei. Por exemplo:
- Onde é que se compram os jogadores para vender? Quem é o grossista? Vêm de estufas? Do armazém do chinês?
- Como é que se convence os jogadores a ficar quietos nas prateleiras à espera que alguém os compre?
- É preciso dar-lhes de comer?
- É preciso estar colectado nas finanças para vender jogadores? Qual é o CAE?
Enfim, estas coisas. Mas isto é como tudo, quem não sabe aprende.

3/18/2010

Publicado no Diário de Aveiro


Finalmente está explicado. O dilúvio na Madeira foi mandado por Deus e foi o castigo pelo Carnaval. Tem lógica, f*da-se, tem mesmo lógica! Agora que o Sr. Fernandes da Gafanha da Encarnação fala nisso, quem nunca teve vontade de fazer cair um dilúvio em cima daquilo ao ver o gordalhufo Alberto João fantasiado de croquete sem palito ou de rei das farturas pronto para desfilar? Só que nós não podemos, mas Deus que é grande e omnipotente!... Caramba! Como é que a gente não viu isto antes???

3/17/2010

Eu sou do futebol clube do porto!

3/15/2010

Dá-lhes Santana!

Mas será que só eu é que consigo ver a beleza da proposta do Santana no congresso do PSD??? Aquilo é um acto de arte conceptual pura!

Vejam:
- Não se pode dizer mal do patrão, mas só sessenta dias antes de eleições. Se faltarem sessenta e um dias, tira-se a barriga de misérias. Estão a ver a simbologia da coisa? Assim uma espécie de quaresma... e meia?...
- Outra visão: Não se pode dizer mal do patrão. Ponto. Quem disser mal está f... Este homem ainda vai ser um novo homem da luta mas ao contrário!

A sério, que outro génio da política nacional conseguia conceber um plano da pólvora como este?

Olá queridos clientes. Cá estamos nós mais uma vez para analisar a semana que passou. Foi uma semana gira, embora já tenha havido melhores.

1. O Futebol Clube do Porto conseguiu mais uma vez um penta. Penta é cinco, certo?

2. A mulher mais velha do mundo é georgiana, tem 130 anos e bebe vodka. Não disseram mais nada sobre os hábitos da senhora pelo que temos poucas pistas para seguir o exemplo e chegarmos também aos 130. Para já, no entanto, não tenho elementos para desmentir. De todas as pessoas que eu conhecia e já morreram, nenhuma bebia vodka diariamente. Só quando iam a uma danceteria chunga.

3. Manuel Alegre, o gajo que vai perder as eleições presidenciais para o Sr. Silva, declarou que o PEC é incontornável. Quer dizer que, façamos o que fizermos, vamos sempre lá marrar. Já sabíamos.

4. Michelle Obama doou um vestido ao Smithsonian. Mas como pelos vistos não lhe servia, ficou em exposição num museu.

5. Teixeira dos Santos disse qualquer coisa sobre os presidentes de junta que não chegou nem perto do nível das bocas que nós mandamos sobre os ditos, no café com os amigos ou em família. A malta da oposição aproveitou logo para fazer aquela cena histérica de donzela ofendida que eles fazem sempre quando vêem que podem pegar em qualquer coisa, dizendo que foram atingidas pessoas eleitas democraticamente pelo povo. Nesta lógica, são tão de respeitar os pres'dentes da junta como o gajo que ganhou os Ídolos, como o Zé Maria do Big Brother ou como o Salazar, que também foi eleito pelo povo como o melhor português de sempre.

6. O congresso do PSD, no primeiro dia, terminou às três da manhã. Isto eram eles já a treinar-se para as tais directas que dizem que vão fazer, mas eu aviso já que, para quem quer fazer uma directa, três da manhã é caca. Isso faz qualquer gajo que vá ver um filme à última sessão se contarmos com a meia hora de publicidade e "let's look at a trailer". Não chega.

E pronto meus amigos, por hoje é tudo. Vemo-nos para a semana se calhar. Para já fiquem com a beijoca do costume da vossa

Rosarinho

3/13/2010

España!




Hoje de manhã


Acordei à hora do costume. Levantei-me da cama. Dirigi-me à casa de banho como de costume. No entanto, ao contrário do que é costume, não a conseguia encontrar. À casa de banho, entenda-se. Eu sabia que tinha que ir trabalhar e precisava de tomar banho rapidamente, mas abria portas e portas e só me apareciam despensas cheias de tralhas velhas. "Estou lixada" - pensei - "Acho que é melhor ir tomar banho a casa" (como se não estivesse já em casa). Fui então buscar os sapatos para os calçar e ir a casa, mas também não os encontrava. Nem à minha carteira. Enfiei uns sacos de plástico nos pés e fui para a rua à procura do carro, embora preocupada por não ter a carteira, onde estava a chave. Andava nas imediações dos Armazéns de Aveiro e era de noite, e o meu carro, o estúpido, não aparecia. De repente estava em Lisboa, mas uma Lisboa a preto e branco e cheia de automóveis antigos. Passei por um senhor com uma manivela na mão, igual àquele do anúncio da Renault, e perguntei-lhe se sabia do meu carro. Ele ficou a olhar para mim como se estivesse embalsamado e eu perguntei-lhe se sabia então da minha carteira e dos meus sapatos. Nada. Estava a ficar cada vez mais desesperada e sem saber o que fazer à minha vida. Até que acordei. Estava deitada na minha cama, a luz do sol entrava pela janela e era tarde. Muito tarde. Tinha adormecido e, pior, nem sequer tinha sabido aproveitar a hora que dormi a mais com a porcaria da angústia que me causou aquele pesadelo imbecil.

3/11/2010

Estas pequenas coisas fazem-me bem. Ao ego.

Hoje descobri mais uma razão pela qual nós somos melhores que os americanos: Nos nossos museus não há fatiotas usadas pelas mulheres dos presidentes em bailes de gala. Se a a D. Maria alguma vez se lembrar de doar um vestido há-de ser a uma empregada lá do palácio. Ninguém quereria pagar para entrar num museu e ver aquilo. Para isso lê-se uma revistazeca no cabeleireiro enquanto se faz a permanente.
Pronto. Estas pequenas coisas fazem-me bem.

3/10/2010

E esta é só para vocês...

...pessoal que anda sempre por aí com uma garrafa de água na mão como se contasse perder-se no deserto dum momento para o outro, como se a água potável fosse acabar já amanhã, como se a Fastio ou aLuso lhes pagasse uma comissão para publicidade, ou como se andasse sempre a pastilhar:
A mulher mais velha do mundo é da Geórgia, tem 130 anos e bebe vodka. Repitam comigo: V-O-D-K-A!
Aprendam.

3/09/2010

Porque é que ir ao cnema já não é uma boa experiência

- O casal de toinos ao lado a ruminar num balde de pipocas e a sorver coca-cola por uma palhinha.
- O idiota da bilheteira a perguntar se os bilhetes são normais.
- Ter que comprar bilhetes no mesmo sítio onde se compra as pipocas.
- A meia hora de publicidade antes do filme.
- A porcaria dum intervalo que só serve para os labregos irem comprar mais pipocas.
- Querer ver o filme mesmo até ao fim e a brigada da limpeza entrar quando ainda estás a tentar ler quem compôs a banda sonora.
- As versões dobradas em português. Por muito bem feitas que estejam, por que raio não passam a versão original? Qualquer dia acontece-nos como aos espanhóis, vemos um cowboy a dizer para outro, num duelo: "Ah seu magarefe!"

3/07/2010


Olá queridos clientes. Hoje, por ser dia da Mulher, essa altura do ano em que os restaurantes tentam facturar com a gente e nos oferecem palermices nos super-mercados e nas bombas de gasolina, a minha crónica vai ser ligeiramente diferente. Vou tentar pôr um ponto de ordem na p... da conversa que por aí se ouve sobre o quanto a implantação da república foi uma maravilha para todas nós e nos trouxe tantas coisas boas. Acreditem, meus lindos, é preciso uma lata do caraças para vir com esta conversa para cima de mim, ainda por cima a maior parte das vezes vinda de pessoal com estudos e isso tudo, que têm obrigação de saber que é mentira. E sabem.

O papel da mulher na implantação da república, meus queridos, resumiu-se a ser a gaja que a representava, às vezes tapadita e outras com uma mama de fora, e sempre com aquela boininha estúpida que os toscos republicanos foram copiar aos franceses. Mas vamos ver um pequeno resumo do que interessa: Os factos.

O despertar do sentimento feminista em Portugal deu-se em 1820 com a revolução liberal. Lento, é certo, como lento era nessa altura em todo o mundo conhecido. Esse movimento começou por se sustentar no argumento de que as mulheres não tinham acesso a qualquer instrução e que por isso, eram seres inferiorizados. Uma das figuras mais interventivas desse tempo era monárquica e mulher: Antónia Pusich.

Em 1822 foi proposto pela primeira vez, pelo deputado Borges Barros, o direito de voto para as mulheres com seis ou mais filhos (eu sei, mais valia não votar nunca, dass!), proposta que foi veementemente rejeitada. Lembro que, em todo o mundo, o primeiro país a instituir o sufrágio universal foi a Nova-Zelândia em 1893.

Em 1835 foram criadas em todos os distritos escolas femininas, pela primeira vez.

Em 1891, a Universidade de Coimbra admitiu a primeira mulher: Domitília de Carvalho.

Em 1906 foi criado o primeiro liceu feminino: O Maria Pia.

Pequenos avanços, é certo, mas que tiveram lugar ainda antes da implantação da república que, a bem dizer, não teve nada a ver com o assunto. O ponto em que nos encontramos hoje, de (quase) igualdade de direitos entre homens e mulheres, pelo menos nas leis, teria sido atingido de qualquer forma. Fou uma evolução natural em todas as nações, repúblicas ou monarquias.

Depois da queda do regime monárquico, Aubrey Fitz-Gerald Bell criticou o regime republicano português por nada ter feito (como tinha prometido) para melhorar a condição das mulheres e até as ter excluído do sufrágio.

Muito gostam os republicanos de contar a história da primeira mulher a votar em Portugal, Carolina Beatriz Ângelo, em 1911. Na verdade ela só votou aproveitando-se dum buraco na lei, que só permitia o voto a chefes de família, o que ela considerou ser por ser viúva e mãe. Pois, ela votou, mas o código eleitoral foi imediatamente alterado, tendo sido acrescentado "cidadãos do sexo masculino". Acabou-se. As mulheres só viriam a ser consideradas eleitoras em 1931 e apenas se fossem chefes de família. O sufrágio universal feminino só foi alcançado depois de 1974.

De resto, durante a nossa fantástica república de cem (?) anos, podemos referir as seguintes e interessantes medidas legislativas:
- Só em 1976 (66 anos depois da república), a constituição eliminou a discriminação em função do sexo.
- Só em 1975 foi eliminada a disposição da concordata que proíbe o divórcio.
- Só em 2007 foi despenalizada a interrupção voluntária da gravidez.
- Só depois de 1974 se permitiu às mulheres aceder à magistratura e a carreiras diplomáticas.
- O código civil de 1967 ainda dispunha que o homem era o chefe de família, com poder para administrar os bens do casal e tomar decisões relativamente aos filhos.
- Em 1956 passou a haver ensino obrigatório (de 4 anos para os rapazes e 3 para as raparigas), o que só foi revogado em 1960.
- Até 1963 as enfermeiras tinham que ser solteiras ou viúvas e sem filhos.
- Em 1936 dispôs-se que as professoras só podiam casar com autorização do ministério.
- Até 1969, as mulheres tinham que ter autorização escrita do marido para viajar para o estrangeiro, abrir empresas ou celebrar contratos.
- As forças armadas só começaram a admitir mulheres em 1991.
- A suspeição sobre a vítima de violação só desapareceu da lei em 1995.
- A violência doméstica só passou a ser crime público em 2000.

E pronto queridos clientes, não vos maço mais. Fiquem com a beijoca do costume da vossa Rosarinho e

até para a semana.

3/03/2010

Também quero!

O Sócrates telefonou ao rei de Espanha, a pedir-lhe para fazer pressão sobre a PRISA, e consequentemente sobre a TVI, para acabarem com esse fenómeno que era o Jornal Nacional. O António Vitorino também se meteu ao barulho, e possivelmente também Barack Obama, o Papa e a mafia russa. Todos com um único objectivo em mente: escorraçar o Jornal Nacional e o grande cérebro criador que o defecava: Manuela Moura Guedes.
Não sei que droga é que a gaja meteu mas se alguém souber que me diga. Também estou a precisar duns momentos assim só meus, num mundo completamente à parte.

3/02/2010

Pequeno guia de cinema

Filmes de terror:
- Toda a gente vive em casas cheias de janelas abertas e portas destrancadas no rés do chão
- Todos os edifícios têm sistemas de ventilação gigantes por onde as pessoas fogem
- Todas as casas têm objectos no sótão que apelam a forças sobrenaturais
- Todas as mulheres perseguidas por espíritos malignos usam roupa o mais transparente possível
- Os fantasmas conseguem fazer imensas habilidades, excepto explicar quem são e o que querem

Filmes porno:
- Todas as mulheres usam saltos altos em casa
- Nenhum tipo se chateia se for apanhado por outro a dar uma pinada com a namorada e esse outro aproveitar também molhar o pincel
- Nenhuma mulher fica incomodada se for apanhada por um total estranho a masturbar-se. Pelo contrário
- Todas as mulheres fazem imenso barulho durante o sexo e nenhum vizinho se queixa
- Todas as casas onde vivem mulheres sozinhas estão sempre com problemas de canalização

Filmes policiais:
- Um detective só consegue resolver um caso se tiver sido suspenso ou reformado
- Todos os detectives comem donuts e bebem coca-cola enquanto conversam uns com os outros sobre os casos que têm em mãos
- Os detectives arranjam sempre estacionamento mesmo em frente ao edifício onde vão em serviço
- Os assassinos aparecem sempre quando as vítimas estão a tomar um banho relaxante a meio da tarde
- Quando se persegue um suspeito, ele escapa no meio da parada do 4 de Julho

Filmes de acção:
- Os maus são sempre muito educados. Esperam que o bom acabe de bater num para o seguinte investir
- Todos os carros explodem quando viram ou batem
- As bombas têm sempre um relógio que indica quanto tempo falta para explodirem
- Quando se está em perigo iminente, conversa-se sempre um bocado antes sobre o sentido da vida
- Qualquer portátil rasca é suficiente para entrar no sistema de segurança do pentágono. As passwords descobrem-se em menos de vinte segundos, mesmo quando o informático diz que vai levar imenso tempo

Comédias românticas:
- Toda a gente se levanta a meio da noite para ir ao frigorífico beber leite
- Todos os lençóis, nas camas de casal, tapam as mulheres até ao pescoço e os homens até à cintura
- Toda a gente faz sexo de cuecas e, no caso das mulheres, também de soutien
- Qualquer mal-entendido que possa ser rapidamente esclarecido, nunca o é porque quando as pessoas vão para falar, calam-se
- Durante uma viagem, o condutor nunca olha para a estrada. Olha para a namorada ao lado enquanto conversa. E nunca tem acidentes

3/01/2010

E para hoje, conversa de chacha.

Enquanto tratava dum assunto, fui ouvindo involuntariamente a conversa de duas miúdas que entretanto já se tinham esquecido que eu ali estava.

- Fui a uma entrevista. O bacano perguntou-me qual era o meu maior defeito.
- E tu?
- Eu disse, bem, as pessoas dizem que sou arrogante. Mas isso é porque digo as verdades.
- Péu!

Fiquei curiosa sobre o resultado da tal entrevista, na certeza porém de que se fosse eu a entrevistadora não era naquele dia que a chavala conseguia um emprego. Uma pessoa que afirma, em voz alta e desta maneira obscena e despudorada que "diz as verdades", é no mínimo insuportável. Se lhe derem um bocadinho de poder, passa a um perigo público.

Há também os que dizem que são "muito francos", que é uma maneira suave de dizer que são malcriados como a merda e deviam ter levado uns estalos em pequenos.

E há aqueles mais patéticos ainda, na categoria dos que "dizem o que pensam". Não há maior evidência de atraso mental do que dizer-se tudo o que se pensa.

E estava eu nestes pensamentos quando me ocorreu uma ainda melhor. Se me perguntassem, numa entrevista, qual era o meu maior defeito, o que é que eu diria? E vocês? O que diriam? Como é que nós olhamos para os nossos defeitos? É tão difícil, não é?

Queridíssimos clientes. Hoje não há crónica. Estive a pensar muito bem na minha vida e decidi abalançar-me para uma candidatura à liderança do PSD. Não sou militante? Que importa isso? Preencho o papel amanhã e já entrego a candidatura. O Rangel também ainda agora lá chegou e já quer mandar naquilo. E afinal o que é que ele tem que eu não tenha? Hein?