9/30/2009

EU NÃO DIZIA?

A palhaçada protagonizada pelo presidente da república, eleito pelo povo, bem intencionado mas como sempre crente, levou a choldra ao expoente máximo do seu decrépito "esplendor".
Eleger o mais alto magistrado da nação tem estes riscos evidentes. O presidente da república, sendo eleito de entre vários, cada um apoiado pelo seu partido político, é sempre uma pessoa comprometida partidariamente. Alguns sabem ultrapassar esse handicap, outros não. O Sr. Aníbal já por inúmeras vezes fez tristes figuras, declarações despropositadas e insinuações mais próprias de intrigas de vizinhas, mas desta vez conseguiu reunir num só acto tudo aquilo que me faz ter a convicção de que a monarquia é o melhor sistema política em qualquer país.

9/29/2009

Olá meus queridos, aqui estou eu de volta!
A semana foi cheia, já passou, doeu mais a uns do que a outros, mas agora vamos para a próxima: As autárquicas!E podem crer, meus amigos, que por esse país fora há verdadeiras obras de arte da propaganda, tão injustamente desvalorizadas. Foi o que eu tive oportunidade de ver (e fotografar) durante os meus proletários passeios, que foi ir para fora cá dentro e de preferência não me demorar muito. Por isso, venho aqui propor-vos a construção, em colaboração com a padaria, dum top ten de cartazes das autárquicas. Aqui estão alguns, fotografados por mim, pela sonsa da patroa e pelo patrão. Digam-me de quais gostam mais para chegarmos a uma lista de finalistas. E mais, se tiverem algum que seja giro a valer que nos tenha escapado, mandem-me a mim ou à dona do tasco, para podermos incluí-los na votação final. Uma beijoca!

9/16/2009

ESTOU APREENSIVA


Daqui a dias vou para Espanha de férias. Acham aconselhável levar este autocolante discretamente na mala? Tipo, a ver se eles não me cospem na sopa nem me tratam mal nos hotéis?

9/15/2009

CONSELHOS ÚTEIS

Querem saber como é que hão-de fazer para dar os parabéns a um inútil? Aqui está uma sugestão que encontrei hoje no Diário de Aveiro.

9/14/2009

CONTRA OS CANHÕES MARCHAR MARCHAR!


Os espanhóis, esses gananciosos, pensavam que era só chegar cá com o TGV e a gente fazia logo um do nosso lado, e depois eles estavam à vontade para cá vir explorar as nossas minas de diamantes, os nossos poços de petróleo... Estão parvos ou quê? A gente bem sabe que sem nós eles não são ninguém, que só se passarem por nós é que conseguem chegar à Trafaria ou a Esmoriz, que são como se sabe o centro do mundo! A gente bem sabe que eles têm um interesse do caraças em alargar as vias e os meios de transporte até cá para depois poderem tomar conta disto... e já agora sustentar-nos. A gente bem sabe que nós estamos completamente à vontade para os mandar à merda porque temos o oceano atlântico todo à nossa frente para nos afogarmos. Que podemos perfeitamente dispensar qualquer tipo de cooperação com eles porque, como se sabe, o tamanho não importa. Nós é que somos os donos da península ibérica toda! Não precisamos deles para nada! Basta metermo-nos num barquito e dar a volta pelo mediterrâneo, estamos em França num ai!Toda a gente sabe que a nossa economia não precisa dos espanhóis para se desenvolver nem é nada afectada por eles, que nós aqui no cantito mandamos nisto tudo na boa! Ora!
Felizmente ainda há heróis com visão, capazes de ver com esta clareza! Mas não é de hoje! Já o falecido Oliveira Salazar conseguiu chegar à mesma conclusão facilmente, só a conversar com a criada! Felizmente continuamos a ter destes génios, ufa!

9/13/2009

Olá queridos clientes. Hoje não haverá a crónica habitual da semana porque não me apeteceu. Estou extenuada. É assim, estive a estudar os programas de governo dos cinco partidos que vão ter votos e estou aqui que nem posso como devem calcular. Mas o que é que eu não faço por vocês?
Do meu profundíssimo estudo pude recolher algumas conclusões:

1. Fazer um programa de governo é facílimo. Basta ter muita paciência para escrever muitas frases, o resto é canja, porque pelo que eu pude ver não há necessidade de explicar em lado nenhum como é que se vai fazer as coisas, basta dizer que se faz. Porreiro! Aliás, eu até fazia melhor do que qualquer um deles. Começava logo por "Pagar um mês de férias numa ilha paradisíaca a cada português". Depois, o céu era o limite. Assim de repente pensei em "Oferecer a todos um boletim premiado do euromilhões", "Não permitir que mais ninguém morra antes dos 125 anos e uma vidinha santa", "Haver bom tempo todo o ano e só chover durante a noite" e "Toda a gente ficar a saber português, matemática, história e duas línguas estrangeiras sem qualquer esforço". Que tal?

2. Mesmo assim, uns programas são mais giros do que outros. Eu pessoalmente gostei mais do do Bloco de Esquerda, porque não é tão chato como os outros. É até muito divertido. Fala de galinhas poedeiras, chinchilas, rodeos, procriação assistida, gatinhos e cãezinhos, pântanos e até sexo. Está muito bem, tem partes que até parece uma letra para uma canção!

3. Há outro programa também muito bem esgalhado que é o do PSD. É o que usa mais vezes a palavra "verdade". Parece que estamos a ler aqueles folhetos que os jeovás nos metem na caixa do correio quando a gente não lhes abre a porta.

4. Se pegarmos neles todos e tentarmos fazer um resumo de cada um em meia dúzia de linhas, tirando a palha e o paleio roto, concluímos que, afinal, são todos iguais. Ou seja, todos os candidatos são óptimas pessoas, ao contrário do que se diz, e só querem o nosso bem. Por isso, ganhe quem ganhar, estamos bem entregues. E para vos provar isto, cozinhámos aqui na padaria

este teste. Divirtam-se a fazê-lo (podem experimentar várias vezes até acertarem todas), enquanto nós vamos de férias, que vai ser a partir de amanhã.


Até lá, fiquem com uma beijoca bem grande (uma para três semanas) da sempre vossa


Rosarinho

A CARTILHA


A forma como o PSD utiliza a palavra "verdade" na era Manuela Ferreira Leite faz lembrar assustadoramente os "jeovás". Uma coisa assim de seita...

9/11/2009

AVERMELHAR


O Papagaio convidou-me a dar dez cartões vermelhos a quem eu quiser. É bom porque assim faço um intervalinho da pré-campanha. Cá vai:

1. Finanças. Rais os parta.

2. O programa Portugal Directo onde a cultíssima Dina Aguiar falou hoje das aves que se podem ver na Riba de Aveiro.

3. O mau tempo que aí vem e me vai cair em cima das férias.

4. Reuniões nas escolas dos putos. Já ninguém aguentava aquilo, mas este ano ainda temos que levar com a explicação dos planos de contingência da gripá.

5. Leite. Odeio.

6. Água. Odeio. Só bebo com sabores.

7. A porcaria das minhas cangalhas que já não vejo nada com elas e não me apetece ir ao oftalmologista.

8. PPS's com mensagens de Deus e dos anjos, dass!

9. As gajas que cá vêm limpar a casa e esquecem-se sempre de apagar a luz da entrada.

10. Aquelas luzinhas que os carros têm à frente do volante e que acendem quando está alguma coisa avariada.

Prontos. Agora passo o frete a:

Fermelanidades

Zebedeu
Saltapocinhas
Migas
João Oliveira
Desta vez são todos da terra.

FINALMENTE A EXPLICAÇÃO CLARA E DEFINITIVA SOBRE A ASFIXIA DEMOCRÁTICA


Hoje a Manuela Ferreira Leite explicou finamente no debate com Paulo Portas o que ainda nenhum dos estúpidos que somos nós tinha conseguido entender. Na Madeira não há asfixia democrática porque o presidente do governo regional tem sido sempre eleito em eleições livres nas quais o voto é secreto. Portanto, isso significa que aqui no continente é que há asfixia democrática, porque nas eleições está sempre um cabrão com um bastão de baseball em cada mesa a dar-nos no focinho se não votarmos no que ele manda. Quer dizer, eu nunca o vi. Mas provavelmente tenho tido sorte e quando lá vou o gajo foi almoçar.
Está explicado.

9/09/2009

LEGISLATIVAS OU O GRANDE CIRCO DE FERAS E PALHAÇOS


E o que é que acontece quando um candidato a primeiro-ministro pisa onde não deve e borra o pé todo até ao pescoço? Pede desculpa? Não. Limpa as manápulas desajeitadas à parede? Não.
Espantem-se. Vem como um pavão vaidoso enterrar-se ainda mais, vangloriando-se de ter conseguido evitar o que afinal era mentira. E pensar eu que já votei nestes gajos!...

PEDRA FILOSOFAL II

9/08/2009

PEDRA FILOSOFAL

(clicar para ler)


Eles não sabem que o sonho
É uma constante da vida
Tão concreta e definida
Como outra coisa qualquer...

9/07/2009

QUAL É O TEU VALOR DE MERCADO?


QUIZ

Olá queridos clientes! Chegou o mês do sossego! Do fim das filas para a praia, do fim das multidões nos centros comerciais a passear os calções e os chinelos e dos casacos compridos nas montras. É chegada também a altura de ter que procurar estacionamento de manhã quando se chega ao emprego, não se pode ter tudo. Felizmente, nós aqui na padaria fazemos férias em Setembro, mas não é já. É mais tarde. Por ora vamos ver o que a semana nos trouxe de novidades.

1. A Fenprof declarou que não quer uma maioria absoluta nas próximas eleições. Assim mesmo. Não disse que não gostaria, nem que achava melhor não, foi logo "não quer". Mainada! Eu pensava que, tal como nós todos, a fenprof tinha que querer o que saísse e aguentar-se, mas afinal não.

2. Portugal descobriu uma nova mártir da liberdade. Dentro do género "Infante Santo" mas com a mania que é mais gira. Com mais impacto mediático, embora menos que o Che Guevara, que é quase inultrapassável a este nível. Se alguém pegar no negócio é bem capaz de vender umas T-shirts e umas canequinhas, embora menos que o Cristiano Ronaldo, mas também não fica tão caro contratá-la por isso é capaz de compensar. Também há quem jure que ela só não foi feita mártir há mais tempo (o que já andava a pedir) porque dormia com o chefe, o que é sempre um factor inibidor em qualquer empresa. Foi pena ser tão em cima da hora, senão este ano no Avante já tinha havido barraquinhas a vender merchandizing dela. Os lenços palestinianos e as boinas à Che já estão tão estafados!

3. Reabriu o Ramona! Esta aqui é regional, só interessa a quem for de cá. Mas como andava tanta gente esganada por um hamburguer daqueles, entendemos que era uma notícia importante para incluir aqui.

4. Começaram os debates na televisão entre os vários candidatos a primeiro-ministro. Para já, estão todos de acordo uns com os outros numa coisa que é: Queremos o tacho do Sócrates! Desde que o ainda primeiro não esteja lá, já se sabe que o debate é uma amena cavaqueira com chá e bolinhos. Chega a ser ternurento ver tanta união entre adversários!

5. Avelino Ferreira Torres não pode candidatar-se nas próximas autárquicas, por decisão do tribunal. É uma peninha, tinha uns cartazes tão bonitos!

6. Manuela Ferreira Leite foi à Alemanha e Angela Markel, apesar de não lhe apetecer nada, teve que a receber, já que a mulher tinha apanhado o avião de propósito e tudo não é? Mas nem quis que se soubesse porque na verdade, na Alemanha, ser de direita não significa mandar a malta procriar nem atirar água benta quando se fala de homossexuais ou de divórcio, por isso a senhora devia estar com vergonha. Compreende-se. Uma pessoa também é julgada pelas más companhias com que anda!

E pronto queridos clientes, por hoje é tudo. Para a semana por esta hora já vou estar a entrar de férias, que também sou filha de Deus. Fiquem bem e com a beijoca do costume da vossa

Rosarinho

9/05/2009

JOGO PORCO


Até há algum tempo eu começava a achar que a democracia representativa era problemática porque as eleições não eram mais do que batalhas de marketing. Ganhava quem dava os brindes mais porreiros, quem tinha a música mais fixe e as miúdas mais giras a segurar bandeiras. Esse problema acabou. A guerra eleitoral passou de estratégia de marketing a simples jogo porco e sem regras.
É claro que o primeiro-ministro nada teve a ver com a abolição do jornal de sexta na TVI. Nem teve ele nem teria nenhum a tão pouco tempo das eleições, porque isso seria suicídio político e, apesar de tudo, eu recuso-me a atribuir aos nossos governantes um estatuto intelectual inferior ao dos burriés que tenho ali a apodrecer no frigorífico. Ok, talvez faça uma excepção ao cromo Santana Lopes, mas esse nem chegou a ser primeiro-ministro a sério.
A administração da TVI, que é uma empresa privada, tem todo o direito de acabar com um programa se achar que não presta ou simplesmente porque sim. Ninguém tem nada com isso. E, em circunstâncias normais, os partidos da direita seriam os primeiros a entendê-lo. E a achar normal.

9/03/2009

VAMOS SER HONESTOS


Quem, no seu perfeito juízo, consegue imaginar chegar à administração da TVI e não pôr logo a azeiteira da Manuela Moura Guedes com dono sem precisar que ninguém lhe diga nada, que ponha o dedo no ar.

9/02/2009

9/01/2009

OS NOSSOS CAROÇOS


Muito se tem dito sobre os caroços que a inútil Carolina Patrocínio pede à empregada para tirar às cerejas antes de as comer. Nada de mais. Até eu que sei ler e escrever descasco as uvas. É só uma pequena mania, como qualquer outra. O que me assusta é que ninguém ou quase ninguém tenha dado importância à parte em que, no mesmo doloroso video, a miúda diz com o seu permanente sorriso idiota que prefere fazer batota do que perder. Que ninguém ache grave que o maior partido político de Portugal escolha esta coisa para representar a juventude. Que ninguém exija ao PS que lhe retire a confiança política (se é que se pode falar de confiança política no caso duma pseudo-modelo que apenas se pretende servir de veículo para sacar uns votos à geração "morangos com açúcar"). Não interessa nada, dirão alguns. Pois não, digo eu. Mas ainda assim, é amadorismo imperdoável escolher uma estúpida para mandatária da juventude.Por muito boa imagem que tenha, é impossível controlar o que vai dizer quando não tem um papel à frente. É de sabedoria antiga que nunca se sabe para que lado vai marrar um(a) estúpido(a).
Mas a verdade dura é que estamos perante um povo que acha uma paneleirice insuportável tirar os caroços às cerejas, mas acha normal fazer batota para não perder. Ainda não será nas próximas gerações que podemos esperar alguma coisa boa para este cantito que, só por um erro histórico, não faz parte de Espanha.