10/07/2005

Ora cá estou eu no dia combinado! Hoje temos uma questão, uma crítica literária, uma sugestão e uma adivinha! Também vos quero mostrar um cartaz
que fiz inspirada num post da parva da patroa e comunicar-vos que também já abracei a causa monárquica. Porquê? Primeiro porque anima as revistas, segundo porque acho que ainda me vai caber qualquer coisita (descobri que a minha avó Leontina, quando era chavalita, era conhecida lá no bairro pela Rainha de qualquer coisa, ninguém me quis explicar esta parte), terceiro porque apesar de tudo eles ficam mais baratos, só o que se poupa em eleições presidenciais, nem vos passa!

QUESTÃO- A nossa simpática cliente Rosário pergunta-me, sem querer pôr em causa o interessante trabalho que tenho nesta padaria(obrigada, eu sei, se não fosse eu...), como é que não preferi trabalhar para o Estado?! uma rapariga tão esperta e escolhe a precaridade do sector privado? Olha Rosarito, filha, é que para entrar para a função pública, se for como auxiliar que é para o que dá o nono ano mesmo numa rapariga inteligente como eu, é preciso estudar calhamaços e calhamaços de leis, fazer exames médicos, superar uma prova de rally-paper a ir buscar papéis a outras repartições públicas para se mostrar que se tem nervos de aço e, finalmente fazer uma entrevista com um nojento qualquer que inclui geralmente prova oral e eu, para ser sincera, prefiro estar aqui na padaria e só fazer brioches para quem muito bem me apetecer. Esclarecida?
CRÍTICA LITERÁRIA- Descobri outra pérola, esta ao melhor gosto dos menus de restaurante algarvios, pois é bilingue, ou seja, é escrito por alguém que percebe a potes de língua. Só é pena a falta de assiduidade na actualização do blog mas compreende-se, com tanta bagagem cultural deve ser pessoa muito ocupada a escrever tratados de filosofia para a revista Lux ou a fazer legendas para os filmes que passam nos nossos fantásticos quatro canais nacionais e que são sempre tão bem feitas. Vejamos uma passagem: “é um autentico atentado que fazem à Palavra de Deus. É deplorável, ver que as pessoas, não acreditam em Deus nem lêm a Bíblia à procura da verdade, mas buscam tudo o que de errado possam encontrar lá!” Quanta informação valiosa podemos encontrar neste pequeno excerto! O que não aprenderemos lendo o blog completo! A mim fez-me muitíssimo bem, não fiquei religiosa, mas fiquei com uma dor de cabeça que me fez logo esquecer as dores de barriga de estar com o período! Mas o melhor é a tradução, que permite o acesso de muito mais pessoas a verdades de que, de outro modo, ficariam privadas: “is an autentic attack that they're doing to God's Word. It's sad, watch that people aren't believing in God and are reading Bible, not to search the truth, but to find gaff's and mistakes.”
Já sabem, não percam Jesus Around the World.
SUGESTÃO- Continuem a mandar cartazes para o grande concurso, nem sabem a galhofa que tem sido aqui na padaria com os que já chegaram! O regulamento está ali ----> ao lado, mesmo por cima das mãozinhas de malandra da patroa.
ADIVINHA- Quem adivinhar esta tem a minha admiração eterna. Eu pelo menos não consegui. Que palavra é esta que vinha numa composição de um aluno do 9º ano? HXOME. Mandem palpites!

6 comentários:

Patricia disse...

Resposta à adivinha: "Agácho-me"
Pensando bem, é a primeira vez na vida que escrevo esta palavra ;)

mfc disse...

O filme do cartaz é com o Schwarznegger??!

SaltaPocinhas disse...

pois é isso mesmo: aquilo que temos de fazer quando nos dá uma dor de barriga no pinhal e não há casas de banho por perto!

Rosarinho, a menina do caixa disse...

A Patrícia também acertou!
Não mfc, é um jogo de video!
Saltapocinhas, o patrãozinho tem assim um fetiche por horas, lol!

Japinho disse...

Só por causa das tosse venho dizer as horas mais uma vez.
São 10:55h. Já está.

Andre disse...

Hmmm
"Agacho-me" não leva acento...
Até porque com assento ficava sentado e não agachado...