12/19/2005

Olá queridos clientes! Hoje, como é a última vez que cá venho antes do Natal, aproveito para deixar algumas dicas para essa noite do ano tão importante, em que todos temos que fazer um esforço para não passar o resto do ano a “stressar” com a querida família por causa de um simples deslize de nervos. Tudo se resume, meus caros, a saber reconhecer os diversos exemplares da “fauna de Natal” e tentar ignorá-los. Garanto-vos que em todas as famílias há pelo menos um representante dos vários grupos que a seguir apresento, escusam de vir cá com merdas que pertencem a um clã de categoria e blá-blá-blá blá-blá-blá. Vejam lá quantos conseguem reconhecer e sejam honestos. Mais ainda. Se por acaso me tiver escapado algum, agradeço que me passem essa valiosa informação.

A ENFARDADEIRA MECÂNICA- É a tia velha que, ou sofre da úlcera ou critica sistematicamente a falta de jeito para a cozinha de toda a gente. No primeiro caso vai passar a noite toda a dizer “Ai estas coisas fazem-me tão mal! Para mim é só um chazinho! Vou provar esses fritos mas só uma trinquinha que eu não posso!”. No segundo caso, vai passar a noite a dizer coisas tipo: “Estes camarões estão demasiado picantes! Estes fritos têm demasiado óleo! Isto não é assim que se faz! Eu cá, para comer estas porcaria, sinceramente, prefiro um chazinho e umas tostas!”. Num o noutro caso, o passo seguinte é andar toda a gente numa fona entre a cozinha e a sala de jantar a trazer chazinhos e caldinhos deixando a frágil velhinha abancar e atacar nos morfes que nem gente grande, açambarcando tudo o que de melhorzinho há na mesa enquanto os outros idiotas se preocupam com a úlcera.




A RECICLAGEM AMBULANTE- É o/a sovina que aparece com as prendas que lhe ofereceram a ele/a no ano anterior para oferecer aos outros. No caso dos mais distraídos ainda vêm as etiquetas agarradas com o nome dele/a. Nos casos mais extremos as prendas chegaram mesmo a ser abertas e usadas. É nestes que se incluem os bibelots com pó e os electrodomésticos sem caixa nem garantia. É muito comum receber de um/a gajo/a destes/as um par de peúgas de homem ou uma caixa de bombons fora do prazo.




O MEIA E CUECA- Como o próprio nome indica, é o que oferece meias ou cuecas a toda a gente, geralmente rascas. Também se inclui nesta categoria o que oferece prendas do chinês, dos 300 ou do ninety-nine cents.





O PUTO RANHOSO- O puto mimalho que passa a noite a “comer” a cabeça a toda a gente. O pior que se pode fazer neste caso é chamá-lo lá dentro e puxar-lhe uma orelha até fazer sangue. Geralmente o gajo berra ainda mais, faz queixa, e os paizinhos babados passam o resto da vida apostados em se vingar.




O CROMO- O gajo que conta pela 634ª vez as histórias da escola primária e da tropa. A única solução é dar-lhe um laxante misturado nas couves e mandá-lo para a casa de banho.




O COTA- Aquele que olha para ti e se farta de dizer a todos os presentes que “há uns anos andei com esta cachopa ao colo e olha para ela agora como está crescida!”. O passo seguinte é apertar-te uma bochecha e depois empernar contigo toda a noite por baixo da mesa enquanto se baba com as filhoses, mesmo sentado ao lado da “Maria”. Este é caso de polícia.



O INCONTINENTE- O que nunca sabe quando deve parar de beber e acaba sempre por fazer figuras tristes. Felizmente acaba sempre por adormecer antes da distribuição dos presentes.




O TÉCNICO- O que possui um qualquer skill (segundo ele próprio, claro) que o torna superior a todos os demais. Há imensas variedades, desde o melhor a cortar o ananás para a salada de frutas até o melhor a trinchar o peru até ao que sabe estender a massa como ninguém. O pior desta espécie é que passa o resto do serão a relatar os pormenores técnicos da sua habilidade e como se encontra exausto depois dói esforço efectuado a bem de todos os presentes.



E pronto. Por hoje é tudo. Tenham um feliz Natal e fiquem com uma xoxo da vossa
Rosarinho!

2 comentários:

SaltaPocinhas disse...

falta a categoria dos perfeitos, onde me incluo!

n_mouadib disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.