1/01/2006

Um alívio e um voto. É o que querem dizer estes foguetes e esta algazarra que festejam a partida do ano velho e saúdam a entrada no novo. O espírito de conservação é teimoso. Quantas mais desilusões a vida lhe dá, mais se ilude. Existir não é fácil. É preciso perder diariamente a memória das más horas e renovar diariamente a esperança nas boas.
Miguel Torga, 1 de Janeiro de 1980

Um grandioso 2006 para todos!...

2 comentários:

polittikus disse...

Uma excelente foto, com um belo poema. FELIZ 2006.

Japinho disse...

Há tanto tempo que não punha as horas, aqui vai: são 14:20h.
Beijos