2/01/2006

FICÇÃO CIENTÍFICA: ENCONTROS IMEDIATOS MAS PACÍFICOS ENTRE SERES DE PLANETAS DIFERENTES

Hoje no front office, uma mulher gorda de etnia cigana acompanhada de muitos filhos e netos:

- Queria renovari o cartão de feiranti do meu marido.
- Tem que trazer o BI, o n.º de contribuinte, o cartão caducado, ele tem que assinar aqui.
- Sim senhora!

Saem todos em fila, voltam de tarde com os impressos tão imaculados como tinham ido de manhã.

-Então o seu marido não assinou?
-Ele não podi!
-Não pode?!
-Está detido. Eu nem sabia, uma prima minha é que me disse agora! E nem me deixam trazer de lá os 'cumentos dêli.
-Não sabia? A senhora não sabia que ele estava detido?!
-Não senhora. Mas para a senhora ver que não estou a mentiri aqui estão os cartões de vesita para a genti intrar na cadeia! O meu, o da minha filha, o do meu filho... - e começa a espalhar cartões em cima da mesa - é que a gente só lá vai uma vez por mês porque é longi e não podemos ir sempri!
-Então agora como é que vamos fazer isto? O cartão está em nome dele...
-Ai minha senhora não nos faça perder a feirinha que é o nosso sustento! Ele para o ano que vem já cá está fora e vem cá assinári!
-Então fazemos assim, a senhora traz o seu BI e assina por ele.
-Sim senhora! Mas assine a senhora que eu não sei assinári!
- ... Está bem então, entrega sem assinar e com fotocópia do BI.
-Ai muito obrigada! Sabe, eles quando estão lá dentro é assim, a gente tem que tratar das coisas sozinhas e não sabemos nada disto! É uma tristeza! Já quando é um dos miúdos que vai preso não é tão mau!
-...???
-Vamos embora.

E saem todos em filinha.


E eu preciso de mais um treino no front office...

3 comentários:

JMO disse...

Eu nunca me tinha rido com tanto gosto...

Obrigado Didas.

SaltaPocinhas disse...

também o podes fazer na minha escola!

123de4 disse...

Eles vão para a cadeia e nem tratam dos assuntos..:) se o Sócrates sabe desta ainda cria lojas do cidadão nas cadeias..:)