1/10/2007

LADY'S NIGHT


Não tenho tema. Não tenho inspiração. Vou dormir. A noite que passou foi "lady'ss night" no SU do Hospital Infante D. Pedro, com a minha filha mais nova a protagonizar uma monumental paragem de digestão com direito a tudo. Eu fui só artista secundária, mas estou cansada na mesma.

Há muito tempo que já não ia para a night nas urgências dum hospital. Aliás, acho que a última vez foi quando o meu filho bebeu um frasco de óleo de cedro para móveis. Foi há mais de vinte anos. E há mais ou menos um mês, a irmã mais velha, num almoço em que se invocaram velhas recordações de família, lançou descontraidamente esta pergunta:

-Lembras-te quando eu obriguei o João a beber um frasco de óleo de cedro e ele ficou todo roxo e caiu para o lado? Eh eh eh!

-Foste tu???!!!

E ela, inocentemente:

-Fui! Não sabias? Dei-lhe o frasco e disse-lhe, "se não beberes, não és homem nem és nada"! Era mesmo parva!


E eu andei vinte anos a martirizar-me sem conseguir resposta para a pergunta "Como diabo fui eu deixar um frasco de óleo de cedro à mão do puto?"


Até amanhã.

3 comentários:

Curiosa disse...

As coisas que uma mãe fica a saber 20 anos depois,hein?
A desgraçada da minha tem sabido de cada uma, que me espanto de ainda não ter tido um AVC!!!
Ainda hoje a passar em Oeiras comentei dentro do carro:
-Foi neste prédio que perdi os três!!!! Lol
Lá disse ela a frase do costume:
-.......

O que sobrará para mim daqui a alguns anos?

SaltaPocinhas disse...

Ahahahah!
Que safada a tua filha!
Espero que tenha sido a que teve a paragem de digestão!! (eu pensava que tu só tinhas 2 meninas, não sabia do João, que deve ser um rapaz brilhante (por causa do óleo de cedro, claro, não é por causa da mãe!!)

Didas disse...

Curiosa, põe-te a pau! Volta tudo para cima de ti, lol!

Não Saltapocinhas, a que teve a congestão não foi a mesma que oleou o irmão...