2/15/2007

QUE CIRCO É ESTE?


Até agora, se se perguntasse a alguém pela Clínica de Oiã ninguém sabia de nada, nunca tinha visto, e os magotes de gente que apareciam em Aveiro com ar perdido a perguntar como se ia para a tal terrinha basicamente constituída por três ruas e dez casas, vinham atraídos pelo grande potencial turístico do lugar.

Agora, de repente, já tem direito a reportagem no canal 1 em horário nobre e o doutor já aparece a dizer que pois claro sempre fizemos abortos a 450 euros mais ou menos. De clandestinos passaram a heróis num estalar de dedos, desejosos de se colar à futura nova lei. E nós temos todos que nos esquecer que durante anos aquilo foi uma máquina de fazer dinheiro livre de impostos e que as mulheres que se viam obrigadas a recorrer aos serviços prestados não tinham direito a qualquer apoio psicológico e eram postas na rua logo a seguir a uma raspagem uterina com uma caixa de comprimidos na mão e, já agora minha, não te esqueças que se alguma coisa correr mal, nunca nos vimos.

Não foi seguramente para isto que eu votei SIM.

1 comentário:

SaltaPocinhas disse...

Nem eu!
Não vi essa reportagem, mas hoje no diário de aveiro aparecem a dizer que só faziam os abortos que a lei permitia!