4/16/2007


Olá queridos! Cá estou eu de novo e desta vez quase como dona desta merda toda (ver post anterior). Mais uma vez obrigada aos que votaram em mim e aos outros também. Se tivesse sido por unanimidade, parecia batota. E a gente não quer isso.
Vamos então às minhas conclusões desta semana:

Primeira: O Beira, embora por uma unhinha negra, já não está em zona de despromoção. Ok. Eu sei o que é que estão a pensar, mas essa cena de não deitar foguetes antes da festa não está com nada, até porque no caso vertente o mais certo é nem haver festa e cá ficava eu com o material pirotécnico todo em armazém até para o ano. Que se lixe!

Segunda: Os senhores da tourada inventaram um novo sistema de bandarilhas para acabar com as vítimas das ditas, que só nesta época parece que já foram duas. E perguntam vocês, tal como eu perguntei: -“Só duas?! Ainda só conseguiram espetar aquela porcaria em dois touros este ano?!” – Pois é. Aqui no norte, meus queridos, ainda temos muito que aprender sobre este desporto dos Rambos do bigode. Os touros, que são os que levam com aquilo no lombo, não são considerados vítimas! Vítimas são os gajos que lá vão armar-se em machô man e se magoam! Eu vou explicar melhor. Exagerando uma bequinha, é como inventarem uma vacina para que os pedófilos não apanhem nenhuma gripe de nenhuma criancinha. Capice?

Terceira: O James Cameron, aquele bacano que conseguiu piorar ainda mais a tragédia do Titanic pondo-lhe a Celine Dion a gritar em fundo (lembram-se?), resolveu "escabulhar" pelo túmulo da família do Jota Cê. Fez mal e parece que já anda por aí pessoal com acessos de hemorroidal de origem nervosa. Não havia necessidade, embora eu, para ser franca, me esteja a cagar para isso. Parece que uma das coisas que se fala é que Jesus… tinha irmãos. Ora, tendo em conta que o todo poderoso tinha mais que fazer do que vir cá abaixo a toda a hora engravidar a D. Maria por telecomando, isso significa que ela, ao contrário do que se quer fazer crer, mandou umas pinadas com José e/ou outro(s). Eu pessoalmente acho que isso não lhe tira o estatuto de santa, assim logo à partida. Conheço gajas (aqui no meu bairro são aos montes) que, para levarem com os cabrões com que levam, dass, só podem mesmo ser santas!

Quarta: Já ninguém aguenta mais ouvir falar disto por isso vou ser breve. Parece que, neste país todo, o único sítio onde afinal não há doutores é mesmo a UNI. É preciso galo!

E pronto meus queridos e queridas, por hoje é tudo. Fiquem com a beijoca de sempre da vossa

Rosarinho

2 comentários:

SaltaPocinhas disse...

Não vi o documentário, estou mais preocupada com os "doutores" da unI e com o engenheiro primeiro-ministro!
Isto ainda vai ser tudo dos bacharéis!!

Rosarinho disse...

Ah pois vai, que isso cada vez há menos! Quem é nem quer que se saiba!