10/06/2008

Olá queridíssimos clientes! Cá estou eu outra vez ao fim de três semanas no bem bom. Estou com uma vontade de vos aturar que nem vos passa. Mas o que tem que ser, tem que ser! Ainda por cima logo a seguir a um feriado ao domingo e ainda por cima o da república! Enfim, quando é galo é galo. Mas vamos então aos acontecimentos da semana:

1. Apesar de quase ninguém ter dado por ela, o nosso presidente revelou-se um poeta com uma singela mas fantástica composição sobre a ordenha mecânica. Mas nós, sempre em cima do acontecimento, apanhámos o momento em vídeo e está aqui em baixo, no post de ontem. Não percam.
2. Parece que também houve um estrilho qualquer por causa do voto por correspondência dos emigrantes, a que eu por acaso nem dei grande (nem pequena) importância porque tanto se me dá que eles votem por correspondência, como venham cá, como telefonem como fazem para votar no festival da canção. O mais que pode acontecer é calhar-lhes um carteiro como eu tenho aqui na rua, que tanto mete as cartas do 23 no 25 como as do r/c no 5.º esquerdo. De resto é-me igual.
3. Carlos Queirós anunciou os convocados para o próximo jogo da selecção. Eu, francamente, se fosse a ele, não me dava ao trabalho. Colava uma cartolina à porta com os nomes e quem quisesse jogar que fosse lá pôr uma cruz. Se é para perder é para perder. Só gostei de saber que há um jogador chamado Tonel, que na verdade é um pipo grande e não um diminutivo de António Manuel. Em gíria popular, também se costuma chamar Tonel a um bacano que apanha a chiba todos os dias. Esse pessoal da bola é um achado.
4. Também deu estrilho a história do casamento homossexual, mas não muito. Como é habitual, nem porrada há nesta porcaria de política. O PS impôs disciplina de voto e o único a mandar os pés à parede foi o do costume. Mas esse, como é poeta, ninguém o leva a sério. É como o Presidente e as vacas.

E pronto queridos clientes, por hoje chega que ainda agora regressei ao serviço e estou traumatizada. Para a semana há mais.
Beijinhos da vossa

Rosarinho

Ah! É verdade! Já me estava a esquecer de escrever aqui a frase "Fotos pornográficas de Carolina Salgado". Não é para nada, só para animar o contador.

2 comentários:

Saltapocinhas disse...

és uma querida!
eu tinha contado ao meu marido a historia das vacas mas ele acha que eu estou a exagerar!!
agora vou mostrar-lhe como é!!

Rosarinho disse...

Nós somos um serviço público! :)))