12/02/2009

E estes gajos admiram-se que de vez em quando haja um maluco que se passe e lhes dê um tiro.


Hoje, na Lourenço Peixinho, ia eu mais o meu belo carrinho a sair do estacionamento, fiz o pisca, olhei pelo espelho, estava um trânsito do caraças, então lá fiquei a secar um bocadinho. Às tantas vi que havia uma abertinha (ou seja, vinha lá um táxi mas ainda a uns 100 metros) e avancei, porque isto é mesmo assim, se a gente não se manda para a frente, em hora de ponta ficamos ali toda a vida mais três dias. Dava perfeitamente para eu passar e o gajo nem tinha que abrandar nem nada. Mas adivinhem lá o que é que ele fez assim que me viu a entrar na via: Isso mesmo, acelerou que nem um doido e, em dois segundos, estava ao meu lado, com o vidro aberto, a proferir toda a espécie de insultos contra a minha pessoa e a dizer que eu não sabia o código. Eu olhei para o gajo e de repente parecia que tinha visto a razão viva pela qual as mulheres se tornam lésbicas. Naquela base do "se todos os gajos fossem assim eu dava já entrada nas Carmelitas". Era um tipo nojento, desdentado à frente e de barbas compridas. Eu olhei para o animal e disse-lhe: "Muito obrigada, é muito simpático. E tem imenso nível", mas está claro que a cavalgadura não percebeu. A partir daí foi à minha frente a gesticular para o cliente que ia ao lado, como se andassem moscas à volta dele, o que não me admirava nada dado o monte de merda que ele era. Às tantas entrou na rotunda do Oita, pela esquerda, e saiu logo na primeira saída, obrigando os da direita a grande travagem. Portanto não sei a que código é que o gajo se referia antes mas não devia ser o da estrada, devia ser o Da Vinci e afinal a besta era um fã da literatura.
E estes gajos admiram-se que de vez em quando haja um maluco que se passe e lhes dê um tiro.

20 comentários:

PreDatado disse...

Não perguntaste ao gajo se a mãezinha dele era séria? É que eu costumo dizer logo com todas as letras vai para a puta que te pariu. E mánada.

kuka disse...

Nada de responder a provocações.
Mas pelo que tenho lido, a menina também gosta muito de dar a sua buzinadela.
Amor, com amor se paga.

AB disse...

O que a Didas precisa é de trocar o Polo por um Ferrari. Assim mete-se tão depressa que os taxistas nem que estilhacem o acelerador conseguem apanhá-la. E depois, como ficam extasiados a olhar para o carro nem se lembram de buzinar. Ou então ficam a remoer que há uns que nascem com o cú virado para a lua e também não chateiam.

jg disse...

Quero aqui agradecer expressamente ao senhor taxista o ter proporcionado esta postagem.
Não fôra ele e ririamos de quê?! Do sócas?!

Fermelanidades Leite de Matos disse...

"Muito obrigada, é muito simpático. E tem imenso nível"

Tiveste tempo para dizer isto tudo? O taxista devia ser mesmo o galã lá do bairro piscatório da freguesia dele. Mais um pouco e recitavas o Canto IV dos Lusíadas.

APC disse...

Já tens arma? Podemos sempre ir aos ciganos que vivem do RRS...
Beijinhos

joao madail veiga disse...

Eu sou dos que assinam os comentários.
E se te fosses foder ó anónimo/a ???

joão madail veiga

Didas disse...

Predatado, mas eu sou educadinha. Só mando caralhadas aqui.

Kuka, a buzina tem que se ir usando para não enferrujar, é como tudo.

AB, boa ideia. Podes-me oferecer um Ferrari.

jg, eu não achei piada nenhuma. Mas não devia estar nos meus dias.

Tive Fermelanidades. O gajo pôs-se a par comigo e não saía de lá, o bronco de merda.

APC, eu aos ciganos nem Lacostis.Sou uma gaja de princípios.

joão, era aqui?...

Luís Maia disse...

a propósito deste post só queria lembrar a todo o pessoal do norte do País que quem circula num rotunda tem SEMPRE PRIORIDADE sobre qualquer veículo que se apresente `direita.

esta noção não existe no Porto lembrei-me só de avisar a propósito da frase Didas

entrou na rotunda do Oita, pela esquerda, e saiu logo na primeira saída, obrigando os da direita a grande travagem

embora julgue que não era a isto que ela se referia.

AB disse...

Pois é Didas, Ferraris, Ferraris, assim de momento não tenho nenhum. Enfim, sempre ofereci uma boa idéia. Mas não desespere, amanhã vou jogar no Euromilhões, se me saír a batelada toda só a mim a gente resolve o problema. E por falar nisso, já pensou num Porsche? São mais baratos, digo, são mais fiáveis, mais fiáveis. Robustos. Isto para não falar no Subaru Impreza (que também é muito mais robusto). E olhe, com um Smart até passavam os dois e não tinha havido discussão. Não estou a querer dizer que não lhe ofereço um Ferrari se me saír o jackpot só a mim, mas apenas a apontar algumas alternativas...

Larose disse...

...deixa-lá ................ diz assim:

F***** da P******* ...que vás sozinho e fodas os cornos contra uma parede!

...eu bem na queria escrever asneiras!!!!!

??? disse...

Ó Luís Maia, é no Porto todo ou só em algumas freguesias?
Uma pessoa tão sabedora como o Luís tem de ser mais específico para nos podermos "guetizar" em guetozinhos mais pequeninos do tipo, os do Porto, os de Campanhã, os da rua da Liberdade, os do meu bairro, os do meu prédio, os do meu andar, os da minha família e por aí fora até conseguir isolar-se completamente e embevecer-se com a sua imagem.

Luís Maia disse...

No Porto todinho, mas estarei errado ?

joao madail veiga disse...

Didas:
Posso explicar porque mandei a boca que mandei.
Não sei quem foi, mas foi a partir do teu blog, e bem ordinária a ordinarice que me anónimamente me mandaram

Didas disse...

Oh Luís, isto aqui não é o Porto!

AB, eu bem sabia que se ia cortar!

Larose, também era uma hipótese engraçada.

Pontinhos de interrogação... calma...

João, desconfiei alguma coisa do género e até fui lá procurar. Mas não vi nada. E nem eu nem a Rosarinho fazemos comentários anónimos. Se usaram o nome da nossa padaria, foi de lamentar.

AB disse...

Quem me dera poder dar-lhe um Ferrari, Didas. Era bom sinal : )

Didas disse...

Para ambos! :)

privada disse...

Oh Luís Maia, a menos que o Socrates tenha alterado a norma, se tu circulas à esquerda na rotunda e eu a direita na msm rotunda, mi amigo queres sair esperas, não tens prioridade, essa era boa, andavas colado ao centro, querias sair abalrrovas-me e ainda tinhas razão?! Ai a Maia a Maia.

privada disse...

Ah Ok estavas a falar da rotunda dos produtos estrela e os tipos que estao fora dela, aí não há prioridades ta tudo parado, é quem meter focinho primeiro.

Didas disse...

Ainda discutimos as rotundas?!