1/26/2010

Isto sou eu a dizer, claro.


Ora aí está o sr José Gomes e a sua esposa, de Caceira de Cima (sim, existe, eu fui ver), fotografados à porta de casa depois de terem ido colher umas couvinhas para o jantar e sorridentes como sempre ficam quando lhes estão a tirar o retrato. Eu aposto que os dois nem sonham que foram parar a um anúncio dum produto supostamente natural para curar a disfunção eréctil, onde a sua foto é acompanhada por um texto com excertos tão mimosos como este:
"Cerca de um mês depois de ter parado de tomar o suplemento, voltei a ter problemas de erecção, afirma José. A minha mulher disse-me para voltar a tomar os comprimidos, conta." e "Aos 64 anos, não se pode ter garantida uma vida sexual agradável e divertida."
E assim pode qualquer pessoa, sem saber ler nem escrever, ficar com a fama de não ver o padeiro há que tempos e tornar a vê-lo com a ajuda duma pílula.
Não sei se em Caceira de Cima também se recebe a revista "A Família Portuguesa", mas em caso afirmativo, grande alegria deve ir na tasca da aldeia com este novo acontecimento para tema de conversa à volta dumas minis.

4 comentários:

Saltapocinhas disse...

A mim o que me deixa mais perplexa é este anúncio sair numa revista chamada "família portuguesa"
Esses gajos não são os que defendem sexo só para procriar?

AB disse...

Parece-me. assim numa primeira observação, que aqueles dois podem tentar procriar à vontade que já lá não vão, por isso, haja rebaldaria!

Luís Maia disse...

Uma coisa que não pode acontecer por aqui, pois

presumo que se veja o padeiro todos os dias

Didas disse...

Saltapocinhas, a Família Portuguesa não é o que parece. É uma revista que vende banha da cobra.

AB, mas eles tentam! Eles tentam! Ou pelo menos têm fama.

Luís, certíssimo. Aqui não falha um dia :)