3/06/2011

Camaradas, pá!


Gastei ontem 60 cêntimos mais IVA a 23% para ajudar a avacalhar de vez com essa palhaçada onde um conjunto de emproados quer fazer crer à nação que percebe de música de cólidade e que escolher uma canção para representar a choldra no Festival da Canção é uma tarefa séria e importante.

Dou por bem empregue.

10 comentários:

Anónimo disse...

pessoal pá, camaradas

estes homens são uns heróis, vamos ver na terra da Merkl qual vai ser a classificação

de noite e de dia
a luta é uma alegria

Cati disse...

Mai nada!!! :)

Didas disse...

Anónimo pá, o último lugar ninguém lhes tira! :)))

Olá Cati! Mainada mesmo!

Anónimo disse...

O governo "faz de conta" orientado pelo "maior pinóquio" da europa a muitas velocidades não deve ter gostado nada desta vitória!
Para mim é um enorme grito de revolta!...
Eu gostei e faço votos para que os Homens da Luta encontrem eco nesta europa de merda, fiquem bem classificados, quanto mais não seja pela coragem e força que nos incutem!...


Zé de Aveiro

mfc disse...

Gosto da mensagem que transmitem!

Saltapocinhas disse...

ai foste tu??

eduardo disse...

Fui mais longe, Didas. A 25% - que é o que vai acontecer proximamente nos custos do género - também ajudei a avacalhar porque estou sempre a ser roubado nos sistemas de tarifários. Valeu ser amigo do Gel no Facebook e nas ruas por onde ele anda para ter um desconto significativo.

De qualquer das formas, aviso-te já que o gajo vai fazer furor nas imediações de Dusseldorf.

Espera pela pancada, camarada. E se o não fores, minha estimada blogger, não te ofendas, pá.

Movimento Moda disse...

Eu tenho 3 telefones aqui em casa por isso foram 3 votos bem empregues.

EJSantos disse...

Viva os Camaradas da luta, pá!
Vamos dar uma tanga aos palermoides deste Portugal e desta Europa yuppie.

Mal Educado disse...

não sei bem porquê mas acho que por esta altura ainda anda uma série desses emproados de caganeira por conta destes cromos, o mais certo é no próximo euro coiso da cantiga voltarmos a ver a pontuação ser dada à moda antiga