12/31/2011


Pois foi queridos clientes, 2011 foi um ano bera. Bera demais para ser verdade.
Não foi só o S. Pedro ter-se chateado com a malta e desatar a mandar água em quantidades descomunais para o Brasil, para a Austrália, para o Japão embora noutro formato... Não foi só assistirmos a duas (duas!) campanhas eleitorais de onde saíram duas ricas peças que tiraram o ano para nos amolar a vida... Não foi só assistirmos àquelas tristes manifestações a que alguém chamou primavera árabe e já sabermos de ginjeira como é que acabam essas coisas aqui que não usamos burkas, quanto mais lá!... Não foi só o número anormal de idosos que morreram em casa e ninguém deu por falta... Não foi só termos que levar com o Strauss-Kahn a ser tristemente agarrado por onde os palermas dos homens são mais facilmente agarrados e haver quem levasse aquilo a sério... Não foi só a novela macabra do Carlinhos Castro... Não foi só o imposto extraordinário e a promessa de mais e pior para o futuro... Não foi só termos caído todos sem contar num buraco gigante algures na ilha da Madeira... Não foi só os gregos a fazerem-nos uma demonstração do que nos espera... Não foi só mais um amigo do Sr Aníbal a contas com a justiça por pantominice e, fantástico, por homicídio!... Não foi só a morte alive and kicking de Khadafi, com laivos de epopeia heróica, depois de lhe termos andado todos a lamber os t... Não foi só a cena patética dos norte-coreanos histéricos no funeral dum bronco... Não foi só a cambada de asnos que saiu vitoriosa com a patacoada do acordo ortográfico...
Foi isto tudo mais a ameaça de para o ano ser pior. É galo!

7 comentários:

pé-de-cereja disse...

«Foi isto tudo mais a ameaça de para o ano ser pior. »
Aí é que está!
E acho-lhes uma graça ao 'Próspero Ano Novo' Próspero? Para as agências de rating ou lá como se chamam. Só pode.
.....
Bem Haja Saúde!
E que a padaria continue com o seu espírito de humor.

kuka disse...

Bom ano para vocês, aí na padaria e continuem a fazer os bons brioches a que nos habituaram.

Anónimo disse...

Apesar de ter sido um ano de desgraças e o próximo a ser perspectivado como de grande penalização e muito sacrifício, desejo á padeira e família saúde e coragem para o embate, continue contudo, a presentear-nos com o espírito aberto ao humor!

Zé de Aveiro

A.B. disse...

Desejo-vos um bom 2012. Não vai ser. Mas pronto.

Fernando Antolin disse...

Pois que tenham um rápido 2012 na melhor padaria da bacia do Vouga !!

mfc disse...

Pois é... duas eleições e o povinho não acertou em nenhuma!!

Um bom ano!

Rosarinho disse...

Obrigada queridos clientes! Um ano com o mínimo de dores é o que o staff da padaria vos deseja... de coração!