2/22/2006

MAIS AVENTURAS NO FRONT-OFFICE

Dois homens de meia idade. Um fala e o outro vai acenando com a cabeça.

-Olhe, eu queria um endereço electrónico. Disseram-me que era aqui que se pedia. Demora muitos meses?
-Desculpe mas não estou a entender. Um endereço electrónico?
-Sim. Foi isso que me disseram que eu tinha que ter e disseram-me que era aqui que se pedia.
-Mas... (eu feita parva numa tentativa de perceber se era outra coisa qualquer que ele queria) É para que efeito?
-Para emigrar. Disseram-me que se pode ir à internet, sabe o que é internet? Pois disseram-me que a gente vai à internet e tira de lá uma lista de firmas que aceitam emigrantes no estrangeiro está a perceber? Mas primeiro temos que ter um endereço electrónico.
-É que isto é o seguinte: Um endereço electrónico serve para receber e enviar mensagens. Alguém ficou de lhe enviar essa lista por mail e o senhor tem que ter um endereço electrónico, é isso?
-Não! (O senhor começava a mostrar-se impaciente) A gente vai ao computador percebe? E depois tira de lá a lista das empresas que aceitam emigrantes no estrangeiro! Só que temos que ter um endereço electrónico!!!
-Olhe, o senhor, para recolher informação da internet, o que tem que ter é um computador ligado à internet. O endereço electrónico é muito fácil de conseguir e não tem que o pedir em repartição nenhuma!
-Mas é para tirar a lista das empresas, está a perceber ou não?
-O senhor tem internet?
-Eu não!
-Então se calhar o que o senhor quer é instalar a internet em casa. Será?
-Eu não! Nem computador tenho, para que quero eu isso? Ouça! Eu quero um endereço electrónico e disseram-me que vocês aqui davam! Então dê-me o papel para eu preencher faz favor!
-Pronto! Então o senhor quer um endereço electrónico.
-Pois é o que eu lhe estou a dizer há que tempos!
-Mas não tem que o pedir em lado nenhum. O senhor faça assim: Vai a um posto público de internet, pode ser numa junta de freguesia, na montra do Aveiro Digital, num net-café, qualquer um. Entra na internet e cria um endereço electrónico.
-Só isso?
-Sim. Só isso. Mas se não sabe como fazer isso, convém ir acompanhado de alguém que saiba, para o poder ajudar. Está bem?
-Está bem então. Muito obrigado e boa tarde.
-Boa tarde!

Levantaram-se e saíram. Ao transpor a porta, ainda os ouvi dizer um para o outro:
-Cá para mim a gaja não percebe mas é nada disto!

4 comentários:

123de4 disse...

:)) E sai embalado vai a um café e pede um café e um endereço elesctrónico.. E agora o empregado de lá que se desunhe..:)

Bífido disse...

Ai portugal portugal...

o gajo do contra disse...

Dá lá a porra do endereço ao tipo que já estou a ficar stressado com tanta dificuldade ao ler isto...!

:P

(ou manda-o à informática!) ;)

Gambas disse...

Bendita paciência... lol

Estava de "passagem" no blog da CrazyJo e vi o link para este post...

Sou informático e fartei-me de rir... como lhe digo... bendita paciência...

Cumprimentos