5/17/2006

DO LABIRÍNTICO CÉREBRO MASCULINO

À velocidade que as coisas acontecem isto já foi praticamente na pré-história, mas a mim o que me espanta é mesmo a propriedade e a abundância com que se fala no assunto, como aqui , por exemplo!
E não é porque se trate de um assunto particularmente vazio, não! Estou completamente isenta de quaisquer preconceitos sobre o mesmo e confesso que até o vivo um bocadinho, quando toca à selecção nacional e ao beira!
A angústia que me vai na alma é mais isto:

1. Como é que alguém, seja quem for, consegue saber sequer os nomes de 23 (leram bem, vinte e três) jogadores de futebol e reconhecer cada um deles?
2. Porque é que eu, rapariga que até fui à escola (aliás, a várias escolas), que consigo ler Saramago, que li Os Lusíadas em versão integral, que sei resolver o cubo mágico de Rubik, que consigo entender o Professor Marcelo, que consigo decifrar a intrincada linguagem simbólica da poesia (com excepção para a do Quim Barreiros), que estudei filosofia, álgebra e línguas estrangeiras várias... também não consigo perceber... o que é um fora de jogo???

12 comentários:

joaninha disse...

O pior é que sabem o nome dos 23, onde jogam, as suas equipas anteriores, a posição a que jogam e mais um monte de estatísticas completemente inúteis a meu ver. Eu também não sei o que é um fora de jogo... e não quero saber.

Didas disse...

Mais uma a confirmar o mito. És das minhas! :)

calózita disse...

didas, a pergunta é retórica ou queres mesmo saber?

bem, há sempre a possibilidade de comprar o livro!
mais importante do que aprender o que é um fora-de-jo será reconhecer que nunca devemos importunar os machos antes do apito inicial!

Didas disse...

Eh pá, Calozita, essa marcou-me! E depois do apito, pode-se?

calózita disse...

nop. também não. só em situações excepcionais como, por exemplo, para lhe perguntar se quer outra cervejinha gelada.

eh, pá, fogo, que falta de sensibilidade para as particularidades do mundo masculino!

Didas disse...

Lol, tens que me ensinar essas merdas!

Nádia Jururu disse...

Um fora de jogo, julgo eu, deve ser quando os jogadores vão à casa de banho. Com tanta água que bebem...

Damelum disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Damelum disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
SaltaPocinhas disse...

Uau! Salvaste o meu dia! Eu achava que era a unica no mundo a ñão entender o que é um fora de jogo, apesar de o meu marido e o meu filho já me terem explicado 2345862209000 milhões de vezes!!
Quanto aos 23 eu conheço o Figo e o Pauleta...ah e o Cristiano! Há mais 20?? Mas não são precisos só 11??

Didas disse...

Ya, mas parece que tem que se chegar lá com muitos... para meter medo... digo eu...

Lunaris disse...

Não se esqueçam dos petiscos, que se não têm petiscos com a cerveja é uma contrariedade muito grande, tadinhos...além disso, também temos de ser compassivas quando amuam quando perdem ou até quando o árbitro cometeu um crime muito grave.
É completamente uma mulher entender as regras do futebol, e um fora-de-jogo então...é melhor dedicarmo-nos às coisas que sabemos bem, como cozinhar e lavar a roupa...Não estávamos no século XXI?