11/13/2006

EM TEMPOS QUE JÁ LÁ VÃO...

... quando fiz o meu curso de professorinha, lembro-me de ter lido uma teoria dum pedagogo qualquer que defendia que a melhor cor para corrigir um teste era o castanho.
Na altura não percebi a lógica e passei à frente, mas agora acho que já entendi.

É a maneira mais subtil de dizer ao aluno:
-Olha 'migo... o teu teste... está uma boa merda!...

4 comentários:

zeca disse...

Cá pra mim não foi só nisso que a nossa "professorinha" passou à frente.
A "boa criação" também ficou p/tráz.
Depois, claro, é a miséria dos prof's que temos...

Didas disse...

Pois é Zequinha, mas se o menino tivesse sido meu aluno não escrevia trás com "z"!
É a miséria dos alunos que temos...

kuka disse...

Esta agora foi boa.

Japinho disse...

Foi linda.