11/20/2006

Olá amores!
Estive a ver há bocado a grande reportagem na SIC e descobri a solução para a minha vida: Vou-me inscrever nos BDSM.
Pelo que eu percebi aquela cena funciona assim mais ou menos como no futebol. Há quatro posições em que se pode jogar: As submissas, as dominadoras, os submissos e os dominadores. Os de fora são (não consegui perceber esta parte) baunilhas.
Eu, que não sou parva, vou-me inscrever como dominadora. E não, não quero um palerma a lamber-me os sapatos nem amarrado ao meu psiché. Se quisesse essa merda já tinha ficado com o estúpido do cão lulu da minha Tia Dores, que passa a vida a oferecer-mo porque parece que não conseguiu treiná-lo para o que ela queria. O que eu quero é fazer como aquela assistente social que lá apareceu e que manda o submisso dela às compras e limpar-lhe a casa. É de graça e as empregadas hoje em dia, além de estarem pela hora da morte nem uma porcaria duma janela sabem limpar como deve ser.
Assim, dou uma alegria a um desgraçado (parece que os gajos curtem) e resolvo o problema de ter loiça do pequeno-almoço a acumular na pia há pelo menos uma semana. Não é que eu seja preguiçosa, mas aquilo, pronto, dá-me na fraqueza, o que é que eu hei-de fazer?
E já agora, não vou querer um submisso qualquer, vou querer um com formação. Ignorantes não são cá admitidos. Pelo que vi na reportagem, parece que há nesta brincadeira muitos advogados. Ok, preferia um médico ou um canalizador de categoria, mas advogado também pode ser. A gente nunca sabe quando é que não vai precisar dum gajo desses, isto hoje em dia é só aldrabões.
Claro que tornar-me dominadora não é só vantagens. Vou ter que investir numas roupinhas tipo Ruth Marlene que ainda nem sei como é que vou conseguir usar aquilo, não sei se estão a ver, tipo umas botas da Berska na altura dos saldos e uns corpetezinhos do chinês. Além disso, também vou ter que arranjar um nick saloio tipo Miss Pain In The Ass, porque acho que Rosarinho não convence ninguém que, de facto, vou ficar para aqui toda húmida por ter um escravo. Mas isto é como tudo não é? No pain, no gain.

Fiquem bem queridos. Tenham uma boa semana e, se conhecerem algum trouxa que saiba passar a ferro e queira ser meu submisso, apitem.

Beijocas da Rosarinho.

5 comentários:

tamagoxi disse...

Grade ideia eu também não gosto nada de lavar a loiça e passo a vida a pedir a minha mãezinha para vir a minha casa dar-me uma ajuda com a roupa e ela esta a ficar velhota
aonde é que me posso escrever ?

Rosarinho, a menina do caixa disse...

Não sei, mas acho que basta fazeres um bocado de propaganda por aí, tipo que curtes dar porrada e isso.

rps disse...

Rosarinho... A menina está a dar-me umas ideias...

Rosarinho, a menina do caixa disse...

Uiiii!!! Já arranjei!!!

Anónimo disse...

O melhor de tudo: o nick! Miss pain in the ass!