5/21/2007

FOI SEM QUERER

Mas os dois últimos livros que li, seguidinhos (este e este), têm a palavra "putas" no título.
Quando tiver tempo e pachorra hei-de fazer uma análise profundíssima sobre o carácter filosófico desta coincidência e a sua influência decisiva na minha vida.

1 comentário:

Funes, o memorioso disse...

Quer-me parecer que o que se passa é que a palavra "puta" vende bem e os editores gostam dela. Sem ela (ao menos para o Marquez, que o outro não conheço) as edições não tinham despachado nem metade dos exemplares.