10/02/2008

E AGORA, PARA MAIS UMA SESSÃO DO MAIOR ESPECTÁCULO DO MUNDO!


Para entendermos bem ao que chega a lata dum político, observemos com atenção os argumentos do PS para impor disciplina de voto na proposta de lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo. São hilariantes as voltas que eles dão para não admitir que, na verdade, estão com medo de perder os milhares de votos da santa beatagem que se divide entre eles e o PSD em sistema de rotatividade. Também gostei do número de circo final em que o artista mostra que é mesmo bom, que foi quando vieram dizer que são tão porreiros, tão porreiros, que até vão deixar o puto ex-JS votar a favor para não ter que cobrir a cara de merda. Mas, quanto a mim, tem na mesma. Se ele fosse um gajo como deve ser mandava-os já todos pastar e bazava do partido. Só que depois tinha que se fazer à vida e, quem sabe, trabalhar. É chato.
Já os partidos que claramente são contra o casamento homossexual com base no argumento da procriação, deviam ser coerentes duma vez por todas e propor a proibição do casamento a pessoas de sexos diferente que já tivessem ultrapassado a idade fértil ou que não apresentassem uma prova médica de fertilidade. Assim é que era!

3 comentários:

jg disse...

Polémicas aparte, não consigo habituar-me a ver dois paneleiros acasalados. Nem paneleiras. Hoje deu um parzinho de frança, à hora de almoço que bailhamedeus...
A gaija, uma lambisgóia "a" gaijo um podão. Para cúmulo, querem casar-se!!!
Anda tudo maluco da cornadura.
Tarda nada algum anormal cisma casar cum piriquito...

Emiele disse...

Foi espreitar o blog do senhor que me antecedeu, e é coerente.
OK, ele não consegue habituar-se. Mas ainda se habitua, daqui a uns anos quando a coisa for vulgar. Também há cento e tal anos o Camilo Castelo Branco esteve preso por adultério. Os juizes dessa época (que também prenderam o Oscar Wilde exactamente por homosexualidade) não poderia imaginar que um adúltero não fosse acusado e preso. Hoje não devia haver lugar que chegasse...
Mas passando ao que diz a nossa padeira, ela acertou mesmo em cheio - o PS quer estar de bem com Deus e com o Diabo e já não sabe o que há-de fazer.
Noruega, Holanda, Espanha, Bélgica, África do Sul, Canadá, e alguns estados dos EUA, já aceitam essa igualdade de direitos. Nem sequer seríamos pioneiros, era apenas seguir o movimento que já começou e é imparável, é claro. Apenas uma questão de tempo.

Didas disse...

jg, é isso que nos distingue dos animais e dos toscos. A mim também me faz confusão. Porque de facto não me imagino a ir para a cama com alguém que tenha mamas.Isso não tem nada a ver com reconhecer (e reconheço), que todos devem ter direito ao casamento. Quem somos nós, a maioria, para achar o contrário? Claro que esta é uma explicação básica, a Emiele foi mais longe. Deu para perceber?

Emiele, é isso. Estar bem com Deus e com o Diabo é algo que acaba sempre por dar mau resultado. Porque não sei qual irá ser a reacção do eleitorado não beato do PS, que também o há.