11/17/2009

QUEM É AMIGA QUEM É?


Aproveito para deixar aqui um conselho aos que são contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo:
Sejam honestos. Admitam sem problemas nem vergonhas que são contra porque vos faz impressão, porque foram educados para não suportar paneleirices, porque ver dois homens a casar um com o outro vos chocalha de tal maneira os neurónios (ambos!) que ficam com uma enxaqueca para o resto do dia. Admitam que são a favor do referendo para terem uma oportunidade de convencer os votantes que as criancinhas deste país correm um sério risco de cair na devassidão e na desgraça por terem que conviver diariamente com o espectáculo degradante da homossexualidade, que é contra a palavra de Deus e dos santos e do senhor padre. Que os pobres orfãozinhos que tenham o azar de ser adoptados por um casal de maricas ou de fufas estão irremediavelmente perdidos na sua integridade moral e até física, pois vão ser constantemente sujeitos a sevícias todos os dias das suas vidas.
É que quando vocês tentam levar os vossos argumentos para o domínio do racional, utilizando o direito civil e constitucional, a sociologia e outras coisas que não admitem a existência de fantasmas para suportar as vossas teorias, tornam-se tão ridículos que acabam por ser a chacota do pessoal todo. Estou a avisar-vos, ainda acabam este processo a substituir os alentejanos nas anedotas.

11 comentários:

kuka disse...

Por puro acaso, não gosto de paneleirices. Mas tanto me faz que os panascas casem como não casem. Façam o que que lhes apetecer, desde que não me obriguem também a ser larilas está tudo bem.
Pronto! Com este esforço já queimei um neurónio. Tenho que perservar o outro.

São Rosas disse...

Como ouvi uma comediante: "vocês, que são contra o casamento gay, façam a vocês próprios um favor. Não casem com alguém do mesmo sexo".

R. disse...

Agora sim, os neurónios estão baralhados: acabei de ouvir (ler?) um monárquico a defender políticas do Bloco de Esquerda. Já não se fazem estereótipos como antigamente...

:)

R.

AB disse...

Já vai sendo altura de arranjar substitutos para os Alentejanos nas anedotas. Só por isso vale a pena continuar esta salganhada. E mesmo assim, já há muito tempo que há uma anedota do Alentejano gay.
- Cumpadre, atão ouvi dizer que o seu filho é gay?
- Ele tem lá estudos para ser gay. É paneleiro.
: )

marta disse...

O referendo é muito mais engraçado, não vês?
Dá para se insultar tudo e todos e começar a ter blogues que são o top de visitantes.
Há notícias nos telejornais, horas a falar dos prós e dos contras, tudo na rua a gritar.
Apesar de não termos dinheiro, gostamos de carnavais....

jg disse...

Estou tão contra o casamento do Manel e do António, como da Fernanda com o Joaquim.
Estou-me bem a cagar para as opções de cada um.
Isto não impede, no entanto, que não consiga achar uma aberração do c*$#?*)lho imaginar o Manel a fazer um brioche ó António sendo que o Manel usa bigode.
Façam lá um esforcinho para ver a cena e digam-me que não é do camandro.
Foi o que me calhou na rifa há muitos anos ao ver um filme porno, qd ainda passavam filmes porno cá na paróquia.
Eu lá tinha imaginação para tanto...

Didas disse...

Lol Kuka, tu tens pelo menos uns três! Ou mais! Tenho a certeza!

São, essa é a mais certeira que já inventaram sobre o assunto. Gostava que tivesse sido minha.

R. aí está o comentário que eu sempre sonhei que me fizessem, lol! É o seguinte: Monárquico opõe-se a republicano, não a de esquerda ou de direita ou de centro. Há monárquicos e monárquicos, como em qualquer outro grupo. Acho que só mesmo o Louçã é que ainda não percebeu que uma pessoa pode ser monárquica e concordar com ele... às vezes.

Lol AB, nesse caso é panelêro!

marta, lá isso é verdade.

jg, na verdade também dispenso ver. Mas a gente não é obrigada a ver. E mais: brioches como os da nossa padaria, não há mais nenhuns!

Anónimo disse...

os homens podem-se casar à vontade.

sou contra é as mulheres casarem-se umas coas outras. é mal.

um gajo que é feio e verrugoso já se aflito pra ferrar o dente. se elas desatam a casar umas coas outras é pior.



zézé

Emiele disse...

Olá Didas! Passei por aqui ontem sem tempo para comentário e hoje já chego no finzinho.
Sabia que era esta a tua opinião porque quando falei disso lá no Pópulo deixaste um comentário «É mais ou menos isso que eu sinto. Isto é tão óbvio que nem me apeteceu ainda falar no assunto.» E o que eu dizia à minha maneira era tal e qual o que aqui dizes à tua maneira... :) Ou seja, tudo isto não tem a ver com a razão e sim as teias de aranha que se tem na cabeça sem aceitar que o são. E descobrem os argumentos mais palermas porque como dizes não aceitam que a verdade é o que dizes.

Spectrum disse...

oh, o meu endereço electrónico não começa por gay........
agora mais a sério: acho que tudo isto não passa de um preconceito. cada um deve tentar ser feliz com quem ama. o referendo é mais uma invenção dos torquemadas que pululam por aí...

Didas disse...

Zezé, a lei da oferta e da procura é mesmo assim. Nada a fazer.

Emiele, é mesmo isso que me enjoa: argumentos palermas.

Spectrum, a felicidade dos outros sempre fez tanta confusão à cabeça das pessoas infelizes!...