2/08/2010

Olá queridos clientes, como estão? Espero que cada um de vocês ande benzinho porque colectivamente nem por isso. Andam para aí a dizer que estamos em morte lenta, mas como um país, tecnicamente, não morre, devemos estar é em riscos de fechar. Deve ser isso. Mas vamos ver os acontecimentos da semana:

1. Graças à lei das finanças regionais, os políticos portugueses descobriram o seu guru: Alberto João Jardim. Quer dizer, quase todos os políticos portugueses, desde o Louçã até ao Portas, estão rendidos ao seu charme. Só falta o PS mas também há-de lá ir. Afinal quem diria que o homem não é um burgesso mas sim uma inspiração?

2. Além de um guru, o país descobriu também um mártir. Aliás, não um mas dois: O Moniz e a Manuela Moura Guedes. Ela tem de facto cara de ter sido submetida a algumas sessões de tortura, ele nem por isso. Mas já tinham sido descobertos há tempos, agora foi a confirmação. Só falta a canonização e a venda de medalhinhas com o retrato deles.

3. Em Espanha, uma pintura retratando a Rainha Maria Ana de Áustria a circular nos autocarros de Múrcia, nua, provocou o choque e a indignação da população. Eu fiquei contente porque, ao contrário do que pensava, não somos só nós os chatos insuportáveis com a mania que somos sérios. É bom.

4. Carlos Queirós andou à porrada com um jornalista desportivo no aeroporto. Isto é o que se suspeita, porque a versão dos dois é diferente. O jornalista diz que estava sossegadinho e começou a levar na tromba sem saber porquê e o Queirós diz que não foi porrada, foram só uns empurrões. Conclusão: O jornalista é um sonso de merda e o Queirós, na verdade, foi-lhe ao focinho. Básico.

5. Ainda no desporto, uma actriz porno (sim, daquelas que levam em todo os sítios possíveis para toda a gente ver), que andou embrulhada com o Tiger Woods veio pedir uma indemnização por danos morais por terem posto a fotografia dela numa bola de golfe. Como vêem, o conceito de danos morais é uma coisa muito, mas mesmo muito subjectiva.

E pronto queridos clientes, por hoje é tudo. Fiquem bem e tomem lá a beijoca do costume da vossa

Rosarinho

7 comentários:

オテモヤン disse...

オナニー
逆援助
SEX
フェラチオ
ソープ
逆援助
出張ホスト
手コキ
おっぱい
フェラチオ
中出し
セックス
デリヘル
包茎
逆援
性欲

AB disse...

Também, porem uma Raínha nua num autocarro? E a Rosarinho, que se diz monárquica, acha que a coisa não é séria?
Estou muito desapontado. Quase tanto como o não-sei-quem que escreveu não-sei-o-quê no outro post.

A. Pinto Correia disse...

adoro a forma cáustica como dizes verdades.
ainda pensei ter-te no lançamento que, como saberás, foi no passado sábado na tua terra. ora bolas.

APC disse...

ops, desculpa, o comentário é meu

Rosarinho disse...

ABC, o primeiro comentário é que de facto me preocupa. Nem preciso de explicar que nem todos os monárquicos são uns alucinados que gostam de touradas e fado e esperam pelo D. Sebastião, claro.

APC, no sábado nem estive em Aveiro. É assim a vida.

AB disse...

Sim, mas o que é exactamente o primeiro comentário? Os mandamentos do monarca amador? A receita de pato com laranja?

AB disse...

Rosarinho, a minha percepção da monarquia actual tem muito a ver com as cargas de porrada doméstica na família real espanhola, com o príncipe Carlos a chorar as suas desventuras num talk show, com a princesa do Mónaco a fugir com o circo, etc.
Os monárquicos que conheci são fadistas, gostam de touradas, e numa altura em que o pessoal estava mais virado para cervejas e decotes exigiam ser tratados por condes ou algo do género. É claro que levaram porrada no toutiço até mais não. Suspeito que se subissem ao poder haviam de mandar decapitar todos os que lhes atiraram cascas de tremoços acima para ver se se calavam.
Eu sei que este blog é monárquico, mas já que atende republicano está tramado ; )