3/09/2010

Porque é que ir ao cnema já não é uma boa experiência

- O casal de toinos ao lado a ruminar num balde de pipocas e a sorver coca-cola por uma palhinha.
- O idiota da bilheteira a perguntar se os bilhetes são normais.
- Ter que comprar bilhetes no mesmo sítio onde se compra as pipocas.
- A meia hora de publicidade antes do filme.
- A porcaria dum intervalo que só serve para os labregos irem comprar mais pipocas.
- Querer ver o filme mesmo até ao fim e a brigada da limpeza entrar quando ainda estás a tentar ler quem compôs a banda sonora.
- As versões dobradas em português. Por muito bem feitas que estejam, por que raio não passam a versão original? Qualquer dia acontece-nos como aos espanhóis, vemos um cowboy a dizer para outro, num duelo: "Ah seu magarefe!"

7 comentários:

Funes, o memorioso disse...

E as cangalhas para ver 3D?

jg disse...

E os fdp dos telemóveis!!!

Fermelanidades Leite de Matos disse...

Bilhetes normais?

Mas há bilhetes anormais, por acaso?

Didas disse...

Ai Funes, essa para mim nem entra! Eu?!

jg, também, embora as pipocas sejam uma praga maior.

Fermelanidades, isso é o que eu costumo perguntar aos toinos, mas eles ficam a olhar para mim muito parados.

Moura Aveirense disse...

As pipocas tiram-me do sério... Petição de cinema sem pipocas, já! :)

Saltapocinhas disse...

´tás a ver porque é que eu não gosto de ir ao cinema?

Didas disse...

Moura, mais ainda. Acho que devíamos entrar por ali dentro e partir tudo!

Saltapocinhas, a culpa não é do cinema, é dos labregos que tomaram conta daquilo.