12/13/2010

Porque na verdade há malandros que estão em greve todos os dias

Só vou contar agora, porque só agora é que me apeteceu, mas já aconteceu no dia 23 de Novembro. Véspera de greve geral de funcionários públicos e de empresas do estado. E da Auto-Europa!...
Cheguei ao aeroporto de Lisboa e ainda ia ficar mais um dia por ali. Por isso, fui à gare do Oriente saber como seria a minha vida no dia seguinte, tendo tido o seguinte diálogo com o atrasado mental que estava na bilheteira:
- Amanhã há comboios para o norte?
- Não, amanhã é greve.
- E não há comboios nenhuns?
- Não, amanhã é greve.
- Mas eu ouvi dizer que há serviços mínimos obrigatórios. Algum desses é para o Porto?
E o mentecapto, com um ar super-chateado de a fazer um grande favor ou então um exame à próstata, respondeu a saca-rolhas:
- Há um às 7:39.
- Só esse?
- Não sei, amanhã é greve.
- Olhe, dê-nos dois bilhetes para esse das 7:39.
Ele vendeu-nos os bilhetes e (este é o pormenor que dá beleza à história toda), escreveu um "G" a esferográfica em cada um antes de os entregar.
- O que é que quer dizer isto? - perguntámos.
- Quer dizer que amanhã há greve e vocês foram avisados.
Claro que, com a paciência a dar o tilt, a conversa acabou inevitavelmente com um "Vocês são mas é uns palhaços!" - sem ofensa para os palhaços.

A greve era no dia 24. Eu fui à estação no dia 23, dia normal de trabalho, que eu saiba! Não estava a pôr em causa o direito do andróide a fazer greve, só queria ser atendida como deve ser. Custa muito? Estes gajos precisavam era dum estágio na linha de montagem duma fábrica de sapatos em São João da Madeira, isso é que precisavam! Porra!

6 comentários:

Janaina Cruz disse...

Não custa nada ser atencioso e educado, mas isso para quem teve educação para quem não teve é como explicar algo inexplicável... Aff! rs
Gostei muito do teu blog, passo a seguir-te.

Anónimo disse...

Que tal um estágio, para o sujeito, na China?

Didas disse...

Obrigada Janaina! :)

Anónimo, na China há comboios?

Saltapocinhas disse...

passando por cima do assunto greve, fiquei baralhada: tu moras em aveiro e vais a lisboa apanhar um comboio para o porto??

se assim é, não és completamente original: o meu marido conta a história de um homem de aradas que ia às quintãs apanhar o comboio para aveiro, mas esse tinha uma desculpa:era bêbado...

Didas disse...

Então eu explico: Eu cheguei de Istambul, aterrei no aeroporto de Lisboa e tive que apanhar um combóio para Aveiro porque não levei carro. Todos os combóios que vão de Lisboa para o Porto passam por Aveiro porque não têm por onde se desviar. Não bebi nada.

Saltapocinhas disse...

ah!
estava convencida que era na viagem de ida, por isso não estava a perceber!
(eu bem digo que a jeropiga que me deram é boa demais!)