4/12/2011

48

Ontem, a dona desta padaria completou tantos anos de vida como este país teve de estado novo, fascismo, ditadura... o que lhe queiram chamar...
Visto assim até não foram muitos. Na verdade, isto passou a correr.

11 comentários:

joao madail veiga disse...

Com que então caiu na asneira
De fazer na segunda feira
quarenta e oito anos , que tolo!
Mas fazê-los não parece
De quem tem muito miolo!

Não sei quem foi que me disse
Que fez a mesma tolice
Aqui o ano passado...
Agora o que vem, aposto,
Como lhe tomou o gosto,
Que faz o mesmo. Coitado!

Não faça tal; porque os anos
Que nos trazem? Desenganos
Que fazem a gente velho:
Faça outra coisa; que, em suma,
Não fazer coisa nenhuma,
Também não lhe aconselho.

Mas anos, não caia nessa!
Olhe que a gente começa
Às vezes por brincadeira,
Mas depois se se habitua,
Já não tem vontade sua,
E fá-los queira ou não queira!

João de Deus

Didas disse...

:))) Acho que já estou "agarrada". Não tenho hipótese!

mfc disse...

Em que ano caíste da cadeira?!

mfc disse...

Bem... agora a sério... um beijo muito grande de parabéns.
Tchim... tchimmm...

Didas disse...

Lol! Obrigada

Constantino, Guardador de Vacas disse...

Cuidado que o Alberto João está na corrida.

A.B. disse...

Parabéns. Atrasados mas pronto, é o que se arranja : )

R. disse...

Feliz aniversário!
O bolo é que já é de ontem, paciência! Casa de ferreiro e espeto de pau! :)

R.

Saltapocinhas disse...

feliz aniversário!
que os próximos 48 sejam ainda melhores.
e como a vida começa aos 40, ainda és uma criança.

Umbelina Pimenta disse...

Parabéns e que os 48 sejam os melhores da tua vida.

Didas disse...

Porra Constantino, isso lá se diz a uma pobre aniversariante?

Obrigada A.B. Com atraso.

R. é isso mesmo!

Mainada Saltapocinhas! Obrigada!

Obrigada Umbelina!