8/12/2010

Declaração de amor


O meu seminário de licenciatura foi sobre a poesia de Miguel Torga. O meu avaliador não gostava de Miguel Torga por aí além. No dia da apresentação, disse-me que aquilo não era bem um seminário, era mais uma declaração de amor ao Torga. Não fiquei nada chateada com isso.
Miguel Torga nasceu a 12 de Agosto de 1907 e fez hoje 103 anos.

12 comentários:

Movimento Moda disse...

Faria 103 ;) Parabéns ao Senhor Torga, esteja ele onde estiver.

jg disse...

Quem se pela pela obra de MT, é o camarada Funes.

Saltapocinhas disse...

Eu, que não gosto nada de poesia, só consigo gostar da de Miguel Torga (acho que o meu blog começou com uma poesia dele).
Estas férias era para ter ido à Galafura, onde ele gostava de estar, mas não devo ir por causa dos incendios, vai ter de ficar para outra oportunidade.

Didas disse...

Movimento Moda, eu prefiro pensar que fez porque as pessoas assim são imortais! Xi! Isto promete!...

Quem diria, jg...

Saltapocinhas, de facto há poesia e poesia, e não é fácil produzi-la com qualidade. Mas há boa poesia sem ser a de Torga...

mfc disse...

Lembro-me que aos 10 anos me deram "Os Bichos" de prenda de anos... e li-o religiosamente!
Ainda hoje está ali na estante...

jg disse...

Se ele sabe que proferi tamanho dislate, fusila-me!

jg disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Didas disse...

mfc, eu foi os contos da montanha. Li-os até os saber de cor.

jg, calma, passando o dia de hoje que é sexta-feira 13, não há azar.

Fernando Antolin disse...

"...hoje sei apenas gostar duma nesga de terra debruada de mar..."

Tenho quase todos os seus livros.
Assim como devo ter quase todos os de Aquilino Ribeiro,Gonzalo Ballester e Miguel Delibes, este último quase desconhecido cá no burgo.Se agora me proibissem de ler, já tinha sido suficientemente feliz...

Didas disse...

Aquilino nem por isso. Mas o defeito deve ser meu, não dele.

Saltapocinhas disse...

além do Miguel Torga só gosto de poesia infantil.

Didas disse...

Pronto. Sendo assim nada a dizer.